Início roteiro 9 Cidades da Itália Para Conhecer na Primeira Viagem ao País

9 Cidades da Itália Para Conhecer na Primeira Viagem ao País

Publicado em:

Uma viagem pela Itália é o sonho de muitas pessoas, mas quais cidades da Itália conhecer e quais colocar no roteiro de uma primeira vez no país?

Observando o mapa da Itália vemos imediatamente que há muitos lugares interessantes para conhecer de norte a sul.

Há muitas belezas em todos os cantos do país, e o que vai determinar quais cidades da Itália visitar será a sua preferência (cidade grande ou cidade do interior?), o tempo de viagem e o ritmo da viagem.

Leia também:

De todo modo, independente da escolha, a grande maioria das cidades da Itália proporcionarão experiências únicas e inesquecíveis.

Por isso para ajudar na escolha na hora de montar seu roteiro de viagem pela Itália, vamos ver quais são as principais cidades italianas que devem ser incluídas nessa lista.

Não perca seu precioso tempo em filas enormes!

Ingresso fura-filas para o Coliseu

Ingresso fura-filas para a Capela Sistina

Lista das 9 cidades da Itália para incluir na sua primeira viagem ao país

Fazer uma lista de cidades italianas nem sempre é fácil, porque em todo canto há algo lindo e interessante a ser visto e conhecido. Mas vamos elencar aquelas cidades que não dá mesmo para abrir mão durante uma primeira viagem à Itália

Roma: a Capital da Itália

roma fontana di trevi

Pensando nas cidades da Itália para incluir no seu  itinerário de viagem, vamos começar pela capital.

Poucas são as cidades do mundo que podem competir com o patrimônio artístico, cultural e histórico de Roma, que desde 1986 foi eleita pela Unesco como patrimônio da humanidade.

Fundada em 753 a.C., após quase 2800 anos de desenvolvimento urbano, é uma das cidades mais visitadas do mundo; os pontos turísticos de Roma são icônicos como o Coliseu, o Fórum Romano, o Castelo Sant’Angelo, as Termas de Caracala e a Via Ápia Antiga, só para citar alguns.

Hoje nas áreas arqueológicas nos damos conta que a cidade possui muitas camadas, de várias épocas históricas.

Podemos dizer que Roma é uma cidade não somente para ser contemplada, mas para vivenciar o desenvolvimento do mundo ocidental.

Cravado em Roma também fica o menor Estado do mundo: o Vaticano. Sede do papado, ali está a maior igreja católica do mundo, a Basílica de São Pedro, e também os Museus do Vaticano, que abriga a famosa Capela Sistina, com pinturas estupendas feitas pelas mãos do grande gênio Michelangelo Buonarroti.

Florença: o berço do renascimento

Florença está entre as mais visitadas cidades da Itália. Repleta de história, arte e arquitetura, tudo situado em uma cidade com uma atmosfera muito íntima e de tranquilidade.

Considerada o Berço do Renascimento, em Florença estão alguns dos museus mais importantes do mundo, a dizer, a Galleria dell’Accademia, que hospeda a escultura Davi de Michelangelo, e também a Galleria degli Uffizi, a qual abriga obras-primas de grandes nomes como Rafael, o próprio Michelangelo e Botticelli, entre outros artistas.

++ O que fazer em Florença: 15 dicas imperdíveis + mapa

No coração da cidade fica a magnífica Catedral, dedicada a Santa Maria del Fiore, famosa pela cúpula construída pelo arquiteto Brunelleschi, além de uma potente torre campanária e ao lado, o Batistério de São João.

A tradição artesanal e artística de Florença não morreu com o fim do Renascimento, mas ela ainda se encontra viva. Em muitas ruas da cidade, sobretudo no Oltrarno (a margem direita do Rio Arno) existem muitos ourives, perfumeiros artesanais, antiquarios e designers da moda.

Capital da Toscana, de Florença também é muito fácil e rápido alcançar outras cidades da região como Pisa, Lucca, Siena e San Gimignano.

Veneza: a charmosa cidade dos canais

Veneza é uma das cidades mais românticas da Itália e do mundo!

Seus palácios monumentais, canais por onde navegam as gôndolas, pontes charmosas e becos e ruelas cheios de mistério, encantam todos os corações.

No passado Veneza foi um dos portos comerciais mais importantes do mundo, com grande especialidade em comerciar com o Oriente.

Seu ponto nevrálgico é a famosa Praça São Marcos, onde também fica a monumental Basílica de São Marcos. Do alto da sua torre campanária, é possível ter uma vista mais do que magnífica da cidade.

Famosa pelo seu tradicional Carnaval, a cidade também nos reserva algumas surpresas como as ilhotas que devem ser absolutamente visitadas, a dizer: Murano, Burano e Torcello.

Aproveite a sua visita para também conhecer ateliês de artesãos e pelo menos dois produtos bem típicos da cidade de Veneza: as máscaras de carnaval e os vários tipos de objetos feitos com vidro de Murano.

Leia Mais:

Milão: a rica capital da moda e do design

cidades da itália milão

Milão é uma das mais ricas cidades da Itália. Capital da moda italiana, do design e também a locomotiva econômica da Itália, uma vez que na Lombardia é produzida quase 1/4 do produto interno bruto italiano.

Para um visitante desavidado, Milão poderá não parecer interessante, se comparada a cidades com ícones e belezas encancaradas como Roma, Veneza ou Florença.

Permita-se porém compreender que a beleza e o fascínio estão em pequenos tesouros espalhados pela cidade: edifícios projetados por arquitetos famosos, bairros charmosos como Brera, os antigos canais navegáveis que cortam o bairro Navigli, os antigos condomínios populares conhecidos como case a ringhiera, que são de um charme único.

Alguns de seus principais ícones são: o Duomo de Milão, a imponente Catedral da cidade, em estilo gótico e dedicada a São Lourenço, a Igreja de Santa Maria delle Grazie, patrimônio mundial da Unesco, a qual abriga a Última Ceia pintada por Leonardo Da Vinci, e também a monumental Galleria Vittorio Emanuele.

Para os gulosos de plantão, em Milão não deixe de provar dois pratos tipicamente milaneses: o risoto alla milanesa (risoto com molho de carne e açafrão) e a cottoleta alla milanese (um belo bife de vitela à milanesa).

Bolonha: a cidade dos pórticos e das torres medievais

bolonha cidades da itália

Bolonha é uma das mais antigas cidades da Itália; e lá foi fundada a primeira universidade da Europ,a em 1088.

A cidade é conhecida pelos italianos como la dotta, la grassa, la rossa. La dotta, porque a cidade é culta, la grassa porque sua cozinha utiliza ingredientes substanciosos, e la rossa, porque além de o vermelho ser a cor de muitos prédios da cidade, há quem diga que também se refere à cor dos automóveis mais famosos produzidos na região, como a vermelha Ferrari.

++ Os canais de Bolonha ou o “passado veneziano” da cidade

Outro apelido pelo qual a cidade é conhecida é turrita, ou seja, a cidade das torres medievais. Hoje sobram  poucas facilmente visíveis, porém duas delas são cartões postais da cidade: a Garisenda e a Asinelli. Do alto da torre Asinelli é possível ter uma vista panorâmica espetacular de Bolonha.

Não por último, Bolonha é a terra de uma das mais famosas invenções gastronômicas do mundo: o ragù, o molho de carne moída que no mundo todo conhecemos como “bolonhesa”. Aproveite também para provar os tortellini, as fettuccine e a deliciosa torta di riso (torta de arroz).

Bolonha também é repleta de pórticos, palácios e igrejas medievais. Além do magnífico Duomo de Bolonha (com sua fachada românica incompleta) dedicado a San Petronio, também vale a pena conhecer a Basílica de San Domenico, onde encontramos algumas esculturas de Michelangelo.

Nápoles: a pátria da pizza e das belezas barrocas

Com uma fantástica vista dominada pelo Vesúvio, Nápoles é a terceira cidade mais populosa da Itália.

Terra de contrastes, a cidade partenopeia também é famosa por ser considerada a pátria da pizza. O melhor standard de pizzas e muitos dos mais renomados pizzaiolos italianos vem de Nápoles.

Cidade que passou pelo domínio da monarquia espanhola, é uma das cidades mais antigas da Europa e tem muita coisa para ser descoberta.

Um passeio pela ciade pode incluir o Castel dell’Ovo, a monumental Piazza Plebiscito, se perder pelos becos “cascudinhos” dos Quartieri Spagnoli.

Nápoles também possui museus, palácios e centros culturais importantíssimos como o Museo di Capodimonte, um antigo palácio real, que hoje abriga obras de Rafael, Caravaggio e Michelangelo.

Uma ótima vantagem de conhecer a cidade é que dali também é possível fazer vários bate-voltas mega interessantes como: conhecer a monumental Reggia di Caserta, passar um dia pelo menos na charmosíssima Capri, conhecer as ruínas de Pompeia e Herculano destruídas pela erupção do Vesúvio e também dar um pulo na Costa Amalfitana.

Verona: a cidade de Romeu e Julieta

Verona é mundialmente famosa como a romântica cidade de Romeu e Julieta, e muitos vão  ao local conhecido como sacada do casal.

Como em quase todas as cidades da Itália, há muita história e arte para ser contemplada.

Sua história vem desde a época da Roma Antiga, inclusive um dos maiores símbolos da cidade é a arena de Verona, uma antiga arena de jogos construída posteriormente ao Coliseu. Na arena de Verona, que é restaurada, todos os anos são realizados festivais de música no verão, incluindo óperas.

A famosa Piazza delle Erbe também é um dos pontos mais fantásticos de Verona. Nela fica o Café Filippini, existente desde 1901.

Vale muito a pena se perder pelas suas ruas, praças, ruínas antigas e curtir a gastronomia local das tratorias e bacari.

Leia também:

Pisa: a cidade da torre pendente

Pisa é uma das cidades turísticas mais famosas da Itália, e também é muito jovial e dinâmica, porque nela se concentram algumas das melhores universidades do país.

No passado Pisa foi uma República Marinara e aqui ficava um dos portos mais importantes dos quais salpavam ou chegavam embarcações que cruzavam  o mediterrâneo.

E graças à riqueza do comércio marítimo, a riqueza de Pisa foi investida na opulência da cidade: igrejas, palácios, monumentos.

Todos os que chegam a Pisa ficam encantados com a Piazza dei Miracoli, uma ampla praça com um gramado bem verde, que concentra alguns dos prédios mais importantes da cidade: a Torre Pendente (popularmente conhecida como Torre de Pisa), o Duomo de Pisa, o Batistério e o Cemitério Monumental, conhecido como Campo Santo.

A cidade também é cortada pelo Arno, o mesmo rio que passa por outras cidades famosas da Toscana, como por exemplo, Florença.

Mesmo que muitos  visitem Pisa correndo para ver e fazer fotos na torre, a cidade tem muito mais para ver. Quer saber o quê? Leia o post: O que fazer em Pisa? Principais Atrações + Mapas.

Pompeia: a vítima da erupção do Vesúvio

Um das mais visitadas cidades da Itália, Pompéia é uma famosa cidade que ficou soterrada sob vários metros de lavas vulcânicas por quase 1.700 anos após a erupção cataclísmica do Vesúvio.

A escavação de Pompeia começou em 1748 e o local ainda não foi totalmente descoberto.

A enorme área arqueológica está localizada a cerca meia hora de Nápoles.

++ O que fazer em Pompeia [Guia com Mapas]

Um passeio por Pompeia oferece uma visão fascinante da vida cotidiana do antigo mundo romano.

Os visitantes podem caminhar pelas ruas antigas para ver os restos de padarias, arenas, teatros, termas e até bordeis.

Mais dicas de viagem à Itália:

Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem

  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exige seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu Real Seguros.
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em reais.
  • Aluguel de carro 
Vai viajar pela Itália, de norte a sul ou pelas colinas da Toscana? A melhor opção de viagem é alugar um carro.  
Luciana Rodrigues
Guia brasileira em Roma e Vaticano. Moradora de Roma há mais de 21 anos. Idealizadora e produtora de conteúdo do Roma Pra Você, para quem quer organizar a sua viagem a Roma em plena autonomia. Seja bem-vindo(a) e prazer em conhecê-lo(a)!

9 COMENTÁRIOS

  1. Nossa, difícil escolher uma lista de 9 cidades para visitar na Itália mas adorei sua seleção. Ótimas dicas! Adicionaria ao menos uma cidade menor para as pessoas terem um feeling de Itália não turística também.

  2. Na minha primeira vez na Itália conheci Milão, Verona, Veneza e Roma. Infelizmente deixei Florença de lado. A Itália é um país para conhecer por inteiro, se possível um roteiro de norte ao sul do país.

  3. Nossa, eu só conheci Roma e o Vaticano, mas pretendo voltar e fazer uma imensa road trip pela Itália. É cada lugar maravilhoso!

    • Sim! Ano passado eu fiz uma road trip pela Toscana, mas só cidades escondidinhas e, em uma delas, ficaram surpresos em ver turistas! kkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas Mais Procuradas

- Advertisement -