You are here
Home > Atrações > Monti, o bairro pitoresco que pode destronar o Trastevere

Monti, o bairro pitoresco que pode destronar o Trastevere

Todos aqueles que caem de quatro pelo Trastevere (com boas razões!), precisam conhecer o igualmente pitoresco Monti. Ele é o único bairro de Roma que pode destronar o Trastevere! Não por acaso Woody Allen o escolheu como locação para o filme Para Roma com Amor.

Monti é um dos rioni históricos de Roma, e mais precisamente é o Rione Número 1. Rione é uma palavra que começou a ser empregada a partir do séc. XIV, mas na verdade a etimologia da palavra é muito mais antiga, vem do latim regio (sing.) ou regiones (pl.). Popularmente significa bairro, área, zona, região.

bairro-monti-roma-5
O epicentro do bairro: a Piazza della Madonna dei Monti. Durante o dia bem tranquila, mas à noite o lugar bomba. Principalmente nos fins de semana.

Todos os bairros de Roma que possuem o título de Rione são aqueles mais antigos, portanto, todos localizados no centro histórico.

Vamos destrinchar um pouco mais a etimologia. Monti, em italiano, quer dizer montes. Apesar de nunca ter sido verdadeiramente um monte, na antiguidade o bairro ficava em uma posição mais alta, até porque ele englobava uma área muito mais ampla do que aquela que conhecemos hoje, e formada por algumas colinas como o Esquilino, Viminale, parte do Quirinale e o Celio. Por isso ele era a região (ou bairro) das colinas ou “montes”.

bairro-monti-roma-6

Imaginem que parte dos Fóruns Imperiais ficava dentro de Monti (como na verdade ainda é nos dias de hoje, porque o bairro está literalmente nas costas dos Fóruns e Mercados de Trajano, de Nerva, de Augusto), e ali também se localizava a Suburra. Suburra em latim significa subúrbio. Na época da antiga Roma o subúrbio da cidade era o local onde moravam as famílias mais pobres, onde ficavam os lugares mal-afamados, os bordéis. Pasmem, mas o grande ditador Júlio César nasceu na Suburra e dali galgou o poder.

bairro-monti-roma-15
Posso estar redondamente enganada, mas se minha memória não falha, Monti é o bairro de Roma que reúne o maior número de torres medievais intactas. Na foto a Torre dei Capocci, na Piazza di San Martino ai Monti

Hoje, Monti é um dos bairros mais pitorescos da cidade, e quando digo que é o único bairro capaz de destronar o Trastevere, não exagero.

bairro-monti-roma-7

Ali entre ladeiras pitorescas, prédios inteiramente cobertos de caramanchões, becos e ruelas cheio de história ainda podemos respirar um certo ar de veracidade.

Muito bonitinho também ver inúmeras portas e janelas cobertos e decorados com vasos de flores. Se não dá para ter um jardim, nada impede aos moradores do bairro de cobrirem suas habitações com flores e mais flores.

bairro-monti-roma

O bairro possui um comércio muito bom para quem está a procura de compras originais. De fato, em Monti há inúmeras grifes, joalherias e até perfumarias artesanais, sem falar das pequenas galerias de arte. Ademais, aos sábados e domingos ali tem lugar um dos mercadinhos de moda mais posh da capital: o Mercato Monti. Estilistas, joalheiros, criativos e mercadinhos da pulga com o melhor do made in Italy. A boa notícia é que, entre óculos vintage Dior dos anos 60 e gravatinhas borboleta de madeira, há compras para todos os bolsos.

Os apaixonados pela sétima arte podem fazer uma carteirinha de sócios de uma das melhores salas cinéphile da capital, o Cineclub Detour.

bairro-monti-roma-8

Em Monti também está localizada uma das mais tradicionais escolas de música de Roma, a Saint Louis School.

Mas um dos pontos fortes de Monti é a sua gastronomia. O bairro vem conseguindo resistir bem (até quando?) aos apelos do turismo de massa, mesmo que todos saibamos que já houve um processo de gentrificação. Portanto, por ali ainda é possível comer bem, evitando cair em armadilhas gastronômicas tipo “menus insossos por 10 euros” e outras coisas do tipo. Em Monti há tanto as antigas e tradicionais tratorias, como barzinhos, restaurantes e enotecas mais descolados.

bairro-monti-roma-12

Se tudo isso não fosse suficiente para nos conquistar, Monti fica a pouquíssimos passos de atrações turísticas clássicas como o Coliseu, os Fóruns Imperiais, a Basílica de Santa Maria Maior, a Basílica de San Pietro in Vincoli que abriga o Moisés de Michelangelo.

Se você ainda precisa de uma boa desculpa para conhecer o bairro ou, quem sabe, hospedar-se por lá, saiba que Monti fica a apenas 1 parada de metrô da Estação Termini e a parada fica praticamente encravada dentro do bairro.

bairro-monti-roma-10
Essa janela fica na Via dei Neofiti, a rua onde morava o personagem que se apaixona pela amiga da namorada (filme Para Roma com Amor)
bairro-monti-roma-13
Na foto da esquerda, a Via dei Neofiti, a rua do personagem de Para Roma Com Amor.

E, realmente, para terminar e ainda tentar lhe convencer a ir a Monti… olhem o Coliseu ali no fundo:

bairro-monti-roma-2

Onde fica Monti?

Estatisticamente Monti é um “tiquinho” de bairro, mas mesmo esparramado. A parte mais pitoresca, e o que todo mundo realmente conhece como Monti, fica “comprimida” entre a Via Nazionale, Via Cavour e a Via dei Fori Imperiali

bairro-monti-roma-9
A parte “baixa” do bairro fica bem atrás dos Fórum Imperiais e a parte “alta” começa na Basílica de Santa Maria Maggiore/Via Cavour.

Mais dicas de Monti e arredores:

Procurando um hotel em Roma? Reserve agora com o Booking.com



Booking.com

Compre seus ingressos agora e pule a file!

Ingressos para o Coliseu, Museus Vaticanos, Galleria degli Uffizi e inúmeras atrações no mundo todo, sem ter que enfrentar filas.

Para mais ingressos, visite a página de ingressos do Roma Pra Você.

Similar Articles

One thought on “Monti, o bairro pitoresco que pode destronar o Trastevere

  1. Olá Luciana, mais uma vez parabéns pelo post, ajudando muito para minha viagem a Roma, inclusive vou ficar hospedado em Monti, em um Apto na via annia, ótimas dicas. É seguro andar pelo bairro a noite? Obrigado, Abs.

Deixe uma resposta

Top
Close