Início Dicas de Roma Baladas em Roma: Botecos, Discopubs, Discotecas e Diversão

Baladas em Roma: Botecos, Discopubs, Discotecas e Diversão

Publicado em:

Uma viagem a Roma vai muito além de visitar atrações famosas como o Coliseu, o Pantheon ou ir até o Vaticano para conhecer a maravilhosa Capela Sistina.

Como em toda cidade do mundo, as baladas em Roma também têm o seu espaço com o público local. Você turista de dia, e à noite vai sacudir o esqueleto. Que tal?

Então, mais do que somente dar nomes de bares e discotecas, vou explicar um pouquinho como funciona para quem quer curtir a vida noturna em Roma.

Leia Também:

Bairros e Points da Diversão Noturna em Roma

Nos bairros do centro de Roma é mais raro encontrar lugares para dançar. A maioria dos locais mais centrais são pubs ou discopubs com música ao vivo ou DJ.

A diversão da vida noturna bem no centro de Roma se dá mais em fazer um happy hour, comprar uma cerveja e sentar na pracinha assistindo algum artista de rua, ou beber nas praças e bater perna pela cidade.

Não perca seu precioso tempo em filas enormes!

Ingresso fura-filas para o Coliseu

Ingresso fura-filas para a Capela Sistina

Os principais points e bairros da “Movida” são:

  • Trastevere
  • Campo de’ Fiori
  • Monti
  • Pigneto
  • Ponte Milvio
  • Ostiense (Via di Libetta)
  • San Lorenzo
  • Testaccio

No entanto, nem todos eles são bairros com discotecas. Da lista, os cinco primeiros são mais bairros de barzinhos, winebars, cervejarias, sorveterias, lugares para petiscar e a “diversão em si” está na movida.

Movida! Os italianos adoram empregar essa palavra espanhola, para falar de bairros de baladas, onde parte da diversão consiste em bater perna de bar em bar, e pelas praças/ruas.

Para dançar em grandes espaços, discotecas de verdade, as opções são mais Ostiense, Testaccio e San Lorenzo.

Os coloquei na minha ordem de preferência porque Ostiense, em especial a Via di Libetta, é “O Bairro” das discotecas.

Baladinhas no centro de Roma

Como já antecipei aqui, no centro de Roma, a dizer, perto das atrações turísticas mais famosas não há opções de discotecas.

Mas se você curte pubs escoseses e irlandeses, com muitas cervejas e jogos de futebol de todas as ligas europeias, algumas ótimas dicas são:

Nag’s Head Scottish Pub: Via Quattro Novembre 138. Abre até as 4 da manhã e após os jogos (lá por volta das 23h começam shows ao vivo, karaokê, bandas cover). Área: Piazza Venezia

Scolars Lounge Irish Club: Via del Plebiscito 101. A maioria do público é de língua inglesa. Ótimas brejas e comidinhas. Área: Pantheon

Abbey Theatre Irish Pub: Via del Governo Vecchio 51/52/53. Área: Piazza Navona.

Praças e Points no centro de Roma: Campo de’ Fiori e Monti

Dois bairros do centro de Roma enchem durante a noite, sobretudo nos finais de semana. Por lá também não há discotecas, mas botecos, pubs e points de aglomeração.

Falo do Campo de’ Fiori, uma das praças mais antigas de Roma, e que é cercada de barzinhos.

E também do Bairro Monti, que fica entre a Estação Termini e o Coliseu. Geralmente o ponto principal de aglomeração é a fonte que fica na Piazza della Madonna dei Monti.

Como chegar em Monti: Metrô, linha B, parada Cavour.

baladas em roma nas praças
Campo de’ Fiori à noite

Baladas em Roma: Diversão no Trastevere

Provavelmente você já escutou por aí que o Trastevere é um dos bairros mais boêmios de Roma.

Na verdade por lá não há discotecas, mas o vai e vem é um fervo, sobretudo nos finais de semana à noite.

A concentração se dá principalmente na Piazza Santa Maria in Trastevere (coração do bairro), Piazza Trilussa (às margens do Rio Tibre e no caminho para o Campo dei Fiori) e, por último, a Piazza San Cosimato.

Algumas dicas de bares no Trastevere:

Bar Freni e Frizioni: Geralmente durante o aperitivo (a partir das 18h), tem boa música tocando por lá.

Pimm’s Good: Barzinho super animado, com bom happy hour e bastante frequentado por italianos e americanos, afinal, ali perto fica o campus da John Cabot, universidade americana em Roma. Com show de música ao vivo.

Meccanismo: ótimos drinks e comidas. Funciona a partir da hora do almoço até a madrugada. Ótima opção para o happy hour.

Festival de Verão às margens do Rio Tibre

Geralmente durante o verão (mais ou menos de junho até início de setembro) tem um festivalzinho bem simpático, com mesinhas, quiosques, mesas de ping-pong e música, às margens do Rio Tibre, na altura do Trastevere até quase chegar ao Castelo Sant’Angelo/Vaticano.

Como chegar no Trastevere: Bonde 8 (saindo da Piazza Venezia); Ônibus H (saindo da estação Termini)

++ Trastevere, Roma: Bairro do charme e boêmia [Roteiro + Mapa]

++ Hotéis no Trastevere | Melhores Hospedagens no Trastevere

Baladas em Roma: O que fazer no Pigneto

Pigneto fica a cerca de 10 minutos (com os meios de transporte) da Estação Central Roma Termini.

Assim como outros bairros de baladas em Roma, era um bairro residencial periférico e com algumas fábricas.

Até mais ou menos uns 10 anos, era um bairro meio mal encarado, mas muitos artistas se transferiram para lá a causa da centralidade (o metrô chegou por lá) e pelos aluguéis baixos.

Pronto! Dai virou um dos points preferidos da cidade.

Recomendo começar a bater perna pela Via del Pigneto e, dar uma paradinha para um drink no Bar Necci dal 1924.

Lugar charmosinho, e historicamente famoso por ter sido frequentado pelo diretor de cinema Pier Paolo Pasolini, quando gravava cenas no bairro.

Para quem está em busca de locais gay friendly, recomendo o Mango e Bevo e sto ar Pigneto (Via Macerata 3) e o Bar Cargo (Via del Pigneto 20)

Além dos drinks, aproveite para curtir a Street Art, porque esse é um dos bairros mais famosos de Roma para a arte de rua.

Como chegar no Pigneto: Metrô, linha C, estação Pigneto.

Leia também:

Baladas em Roma: Onde encontrar discopubs e discotecas

Agora, se você quiser sacudir o esqueleto e curtir bairros de baladinhas, discotecas, discopubs, as opções são:

  • Ostiense (Via di Libetta)
  • San Lorenzo
  • Testaccio

Discotecas no bairro Ostiense: Via di Libetta e arredores

Ostiense é um bairro que fica a cerca de 15 minutos do centro de Roma, e que nasceu no século 19 como grande polo industrial às portas da cidade.

Com a desativação das fábricas, muitos galpões viraram espaços para artistas e para discotecas.

Entra ano, sai ano, algumas discotecas mudam de nome, mas todos temos uma certeza: para dançar e curtir a noite, o importante é procurar um “locale” (“lugar” referindo a algum point para se divertir) na rua das discotecas: a Via di Libetta. Vá sem erro.

Mas se você quiser uma dica certeira, eu apostaria em dois endereços:

Circolo degli Illuminati: Possui 3 salas com estilo de música diferentes: rock, techno e hip hop. | Site: https://www.circolodegliilluminati.it/

Goa Club: Com decoração em estilo industrial, acolhe vários DJs famosos. Tendencialmente: rock, house e techno. | Site: https://goaclub.com/

Foto: Pixabay

Discopubs e espaços alternativos em San Lorenzo

San Lorenzo foi construído como bairro operário em prol da ferrovia e da Estação Termini.

Com o fato que a partir dos anos 40 foi inaugurado o enorme campus da Universidade La Sapienza (a maior da Itália e uma das maiores da Europa em número de alunos), além de bairro operário, San Lorenzo também foi pouco a pouco se transformando em um bairro estudantil.

Além de vários botecos, bares e pizzarias, há muitos espaços alternativos e discopubs.

Container San Lorenzo: Cervejaria com música ao vivo e ótimas comidinhas. Grande espaço com jardim interno.

Il Serpente: Pub com ótimas cervejas e telão para assistir jogos de futebol.

Wishlist Club: bar com discoteca. Música ao vivo estilo indie e bandas emergentes.

Discotecas em Roma: Baladinhas em Testaccio

Também antigo bairro operário, fica ao lado do Trastevere (é só atravessar o rio) e a poucos minutos do bairro Ostiense.

Na última década passou por um leve processo de gentrificação e ganhou ares um tantinho burgueses.

Além de ótimos lugares para comer, cervejarias, winebars, etc, o bairro também tem um “lado B” com amplos espaços dedicados a discopubs e discotecas.

Radio Londra: experiência que mais se aproxima de uma verdadeira discoteca. Lugar pequeno, com ótima música.

OnTheRox Testaccio: discopub com DJ e vários tipos de música: R&B, rock, hip hop, etc.

Alibi Club: discoteca com DJ hóspede e algumas noites com programações dedicadas ao público LGBT.

Uma dica muito legal, mas veja sempre a programação no site, é curtir os eventos do Ex Mattatoio (Ex matadouro de Roma). Além de um espaço expositivo, por lá rolam “baladinhas diurnas”, a dizer: festivais cervejeiros, festivas musicais e outros queijandos.

Ah! Se você curte cervejas e vinhos, aproveite e dê um pulo no Oasi della Birra. Vale a pena!

Alibi | Foto: Divulgação

++ Mercado de Testaccio + Bar em um Bondinho Retrô

++ Roteiro Domingo em Roma: Porta Portese, Testaccio e Ostiense

Ponte Milvio: diversão na zona norte de Roma

À diferença da maioria dos bairros até então citados, Ponte Milvio fica numa área mais burguesa de Roma, ao norte do Vaticano.

O local é muito famoso devido ao fato de o Imperador Constantino ter derrotado Magêncio, e assim aberto as portas ao Cristianismo (uma longa história).

Hj em dia, nos arredores da ponte, tem um grande point de aglomeração, barzinhos e grande parte da juventude da zona norte de Roma se reúne por lá.

Perto do Ponte Milvio, também fica uma das discotecas mais badaladas de Roma: CHALET NEL BOSCO, popularmente conhecida como Il Chalet.

A discoteca, uma grande tenda em meio a um campo/bosque, nas imediações do Estádio Olímpico, abre todas as sextas e sábados e toca prevalentemente música house e hits de sucesso.

baladas em roma ponte milvio

Jackie O.: Discoteca para público mais “maduro” e non solo

Se você já passou dos –ENTA, mas ainda curte uma noite animada com boa música, um dos melhores ambientes de Roma, e aberto há mais de 40 anos, é o Jackie O.

Coladinho na Via Veneto, a rua que viu nascer os paparazzi, o Jackie O. é um elegante restaurante com piano bar e discoteca.

Tem também várias noitadas dançantes. Site oficial: https://www.jackieoroma.com/

Muccassassina: local de tendência e LGBT

Muccassassina foi a primeira discoteca de Roma, com noites maravilhosas, que apostou em vários estilos de música, com muitas noites e eventos LGBT, mas bem hereto friendly.

Eu, por exemplo, quando ainda era jovem e curtia discotecas, adorava as noites de house e black music.

Além de seus próprios artistas e DJs, há sempre muitos convidados para animar as noites.

Consulte o site oficial http://www.muccassassina.com/ porque o Mucca às vezes tem noites itinerantes. Todas bafônicas!

Bares LGBTQIA+ no entorno do Coliseu

Para quem procura bares LGBTQIA+ em Roma, a opção principal é ir para aquela que foi apelidada de Gay Street. Na verdade, a rua se chama Via di San Giovanni in Laterano.

Mas, na época em que ainda era “tabu” ter bares e discos gays em muitas cidades italianas, o Coming Out abriu as suas portas de modo que esse público se sentisse seguro e à vontade em um espaço sem “olhares desaprovadores”.

Logo logo o Coming Out virou um dos points gays mais importantes da cidade, e um ponto de resistência.

Com isso, surgiram outros pequenos mas acolhedores bares gay nos imediatos arredores, como o My Bar e o Colosseum. Já para os lados de Monti, um dos melhores locais é o 101 Roma Club.

Mais dicas de Roma para a sua viagem:

Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem

  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exige seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu Real Seguros.
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em reais.
  • Passagens de trem na Itália e outros países da Europa
Vai viajar pela Itália, de norte a sul? A melhor opção de viagem é viajar de trem. Compre a sua passagem agora. Site em português.

FILAS? NUNCA MAIS! INGRESSOS PARA SUA COMODIDADE

Luciana Rodrigues
Guia brasileira em Roma e Vaticano. Moradora de Roma há mais de 21 anos. Idealizadora e produtora de conteúdo do Roma Pra Você, para quem quer organizar a sua viagem a Roma em plena autonomia. Seja bem-vindo(a) e prazer em conhecê-lo(a)!

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu e Gabi, como boas sapatonas, certeza que iríamos na rua gay e na Muccassassina. Aliás, que nome engraçado! hahahahaha Muito triste que quando fomos para Roma foi muito corrido e não conseguimos fazer balada. Mesmo com nossa programação super intensa. Temos que voltar

  2. Balada, balada mesmo não é meu forte. Mas adoooro essa vibe de barzinho e tals e já é o 2o post que leio aqui que me dá vontade de me hospedar em Trastevere quando finalmente for pra Roma rs.

  3. Ai que saudade de quando não estavamos em pandemia, esses lugares sempre estavam no meu roteiro por Roma, viajei no tempo lendo o seu post. Abraços 🙂

  4. Meninaa, cada lugar maravilhoso que você selecionou aqui para curtir balada em Roma! Fiquei super com vontade de ir na Muccassassina!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas Mais Procuradas

- Advertisement -
error: