You are here
Home > Dicas práticas > Roma é uma cidade segura para mulheres que viajam sozinhas?

Roma é uma cidade segura para mulheres que viajam sozinhas?

Recentemente bati um papo animado com duas blogueiras de viagem e outras amigas italianas que gostam de viajar. Uma das blogueiras contou um momento muito tenso que ela passou na Índia. Ela estava esperando um barco, no fim do dia, quando um rapaz se aproximou, e começou a querer tocar o braço dela e a puxar papo. Ela disse que foi “salva pelo gongo” porque o barco chegou, ela partiu e o molestador ficou no atraque de embarque. Mas apesar do final feliz, ela disse que não sabe o que poderia ter acontecido se o barco tivesse atrasado ou não tive chegado!

Eu resido em Roma desde 1999, e minha primeira viagem à cidade foi em 1997. Eu era aluna de italiano do Istituto Italiano di Cultura. Tinha passado cerca de 10 dias no Norte da Itália, viajando sozinha e em grupo com a família que me hospedou.

Os 4 dias que passei em Roma, em 1997, foi uma viagem solo. A bem da verdade eu acordava cedo e também ia dormir cedo, afinal era inverno (janeiro) e eu queria aproveitar as horas de luz da cidade. Então, foi uma viagem bem tranquila, sem voltar para o hotel tarde ou ir para baladas.

Hoje em dia, como moradora de Roma, já me ocorreu voltar para casa muitas vezes sozinha depois da meia-noite, com os meios de transporte. Ou caminhar sozinha até um ponto de táxi. Obviamente, nessas ocasiões, mesmo dando uma volta enorrrrme, o que prefiro é sempre caminhar por ruas mais amplas e iluminadas, evitando becos e ruelas mais ermos. Talvez a minha segurança venha também do fato de conhecer bem a cidade e saber lugares a serem evitados.

A experiência de 11 mulheres que viajaram sozinhas por Roma e outros lugares da Itália:

Pedi às minhas colegas blogueiras da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem) que me contassem como foi a sua experiência viajando por Roma e também várias cidades da Itália, em sua grande maioria, em uma viagem solo, raras exceções. Cliquem nos links para ler os relatos das viagens e conhecerem os blogs.

Eu também viajei sozinha para a Itália.. fiz um “mochilinha” .. foram somente 2 semanas, e como muitos sabem, não morri de amores por Roma. Preciso dar uma outra chance.

Martinha Andersen, Viajoteca.

Eu viajei sozinha para Roma e Florença. Em Roma, fiquei hospedada num hostel ótimo perto do terminal Termini e adorei a localização. Cheguei e fui para o aeroporto e para Florença por lá, então foi bem cômodo porque eu ia a pé. Inclusive, para pegar ônibus e metrô pra passear pela cidade foi ótimo também. Rodei tudo a pé e de transporte público, tanto de dia quanto à noite e até de madrugada, e me senti super segura. Em Florença foi a mesma coisa, também voltei de madrugada sozinha para o hostel caminhando e achei bem tranquilo!

Renata Campos, Revivendo Viagens

Fiz três viagens à Itália, sempre sozinha, e me senti segura e tranquila todas as vezes. Estive em Roma, Florença, Siena, Veneza, Nápoles e Costa Amalfitana e na Sicília (Palermo, Agrigento, Taormina). Sempre me desloquei com transporte público, ando muito a pé nas cidades, mesmo à noite… Enfim, sou louca pela Itália e ela sempre me tratou muito bem.

Cyntia Campos, A Fragata Surprise

Viajei com a minha mãe pela Itália durante 20 dias, só nós duas, e foi super tranquilo. Não nos sentimos em perigo em nenhum momento. Andamos pelas cidades a noite, pegamos transporte público, fomos a lugares mais desertos e não vimos nenhum risco. Claro que sempre ficamos atentas a qualquer coisa mas realmente nessa viagem não tivemos nenhum problema. Foi muito tranquilo!

Nathalia Tosto

Eu viajo muitas vezes sozinha pela Itália desde 1990 e nunca aconteceu nada de inconveniente comigo. A noite vou comer em restaurante e tomo até aperitivo sozinha. Fiz uma viagem fantástica de 12 dias sozinha de trem pelo país em 2013.

Damares Lombardo, Ke Viagem

Morei 2 anos e meio em Roma. Fiz muitas viagens sozinhas e muitos passeios em Roma sozinha também.

Michele Capiotti

Eu adorei Roma e adoro a Itália em geral, mas viajei com o meu marido. Porém acredito que mulheres viajando sozinhas devem tomar algumas precauções. Por exemplo, tínhamos reservado o que na verdade era um quarto em um apartamento (que tinha 3 quartos alugados para turistas) e o cara da “agência” vinha limpar e preparar o café da manhã. No primeiro dia eu estava tomando banho e quando vi ele estava me espiando pela janelinha do banheiro, que dava para uma micro-sacada com acesso à cozinha!!! E uma outra noite escolhemos um outro caminho para voltar para o hotel e atravessava um parque, e atras das arvores tinham um tipos meio suspeitos. Apertamos o passo e quase morri de medo! Felizmente não aconteceu nada, mas uma mulher sozinha, já é mais facilmente presa fácil.

Não viaje para a Itália sem um Seguro Viagem

Compare os preços e compre o seu na Real Seguros  parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito. Page com boleto bancário e ganhe 5% de desconto.

Milena F. Noury

Passei uma semana Bolonha e me senti super segura em todos os momentos. Andava muito pelo centro, saía à noite e nunca tive nenhum problema. Meu amigo italiano só falou para prestar atenção ao andar no bairro universitário à noite por causa dos caras bêbados, fora isso a cidade é super tranquila e me fez muito bem!

Anna Carolina, Vontade de Viajar

Viajei sozinha para a Itália e, apesar de ter sido a primeira e única vez até agora, foi incrível. No meu blog eu falei sobre a viagem, como me organizei…

Vanessa V. Macagnan, Ciao Viaggio

Me enfiei num beco de Testaccio: boates, escuro, etc. Com o carro cheio de mulheres! Nos perdemos e pedimos informação… Nem…
Lá me senti insegura!

Ana Cristina G. Tamiso, ItaliAna

Fiz 3 viagens, a última foi essa pra Toscana, mas já fui pra Veneza, pra Calábria…Sempre viajo sozinha e mesmo quando encontro alguém, a maior parte do tempo fico sozinha. Gosto disso…Sempre me senti segura na Itália, nunca tive nenhum problema. As pessoas são gentis comigo. Em Veneza, ficava passeando nas ruelas até mais de meia-noite e me senti super segura. Em Reggio Calabria, fiquei hospedada mais afastada da cidade. Ia para a centro de ônibus e voltava à noite no último e em nenhum momento me senti insegura. Em Nápoles também, peguei ônibus, metrô, andei no centro sozinha e não me senti ameaçada…Adoro a Itália, tenho a cidadania e me sinto em casa quando vou lá. Para quem me pergunta, sempre recomendo porque é inesquecível.

Renata R. Inforzato, Direto de Paris

O blog Grazie a Te também tem um post dedicado a experiências de três mulheres que viajaram sozinhas pela Itália. Leia: Viajar sozinha.

Segurança sim, mas nem tudo são flores

No seu post Motivos para odiar Roma, a escritora e blogueira Polly do Te Dou um Dado e Lugar de Mulher, parece ter vivido o inferno de Dante em Roma.

Posso dizer que nunca tive problemas ou passei por situações constrangedoras, mas apesar de achar que Roma é uma cidade segura para mulheres que viajam sozinhas, não posso negar que… há casos de moléstias verbais e sexuais, a mulheres locais e turistas, por parte de homens locais e não, como o caso da turista americana violentada por dois italianos no banheiro de uma discoteca ou a jovem italiana molestada em um beco por quatro poloneses bêbados e drogados.

Quando eu ainda era jovem e gostava de discotecas, me lembro da época em que muitas colocaram seguranças na porta do banheiro feminino e/ou exigiam que o banheiro masculino nunca ficasse de porta fechada. Isso porque aconteceram vários casos de estupro, moléstia sexual e casos mal esclarecidos onde, claro, a vítima queria um encontro caliente, mas não teve como impedir que carícias em um banheiro terminassem em estupro. O caso mais famoso da época foi aquele no qual o jogador de futebol francês Dembelé Garra foi acusado de estuprar uma menina no banheiro de uma discoteca em Roma.

No geral se penso em mulheres jovens ou idosas, público LGBT e também do ponto de vista de uma mulher negra viajando sozinha, posso afirmar que Roma uma cidade segura.

Meus conselhos práticos são: nunca aceite bebidas de desconhecidos. Aquele carinha super legal te ofereceu um drink? Diga não!

 Vai visitar o Coliseu e os Museus Vaticanos/Capela Sistina?

Compre o fura-filas com a TicketBar. Venda fácil em Português.

 


Organize agora a sua viagem

Viaje tranquilo com um Seguro para Viagens na Europa
A Itália faz parte dos países europeus que exigem um seguro para viagem com cobertura mínima de € 30.000. Contrate o seu com a Seguros Promo. Cotação gratuita com comparação de preços entre várias seguradoras.

Procurando um hotel em Roma? Reserve agora com o Booking.com
 O Booking.com é a empresa selecionada como parceira para reservas de hotéis em Roma, em qualquer outra cidade da Itália e no resto do mundo. As vantagens do Booking.com? O site está em português e você pode ver a cotação em reais. Booking.com

 Comparador para viagens de trem na Itália
 Compre suas passagens de trem sem custo adicional com a Trainline. Com a Trainline é possível comparar passagens de trem das principais companhias ferroviárias na Itália e Europa, sem acréscimo de preço.

Similar Articles

18 thoughts on “Roma é uma cidade segura para mulheres que viajam sozinhas?

  1. Eu acabei de passar 10 dias maravilhosos em Roma e foi tudo tranquilissimo , porém tem aquelas recomendações básica que quem viaja tem que saber. E olha que tenho 64 anos e sou viciada em viajar e sozinha .

  2. Boa tarde, vou pra Roma no começo de janeiro e queria saber dicas de turismo nessa época do ano, já que o inverno sempre surpreende aos brasileiros. Obrigada e beijos.

  3. Estou planejando voltar a Roma para celebrar meu aniversário lá… e completamente sozinha…
    Sinto-me tranquila quanto a isso…
    Tenho medo é de andar no Rio de Janeiro…

  4. Excelente post!
    Nunca viajei sozinha, sempre fui com o meu marido (antes namorado), mas gostei os “depoimentos” da mulherada nos encoraja e tranquiliza para estrear numa viagem solo para a Itália.
    Beijão!

  5. Legal ver estes relatos. Estive sozinha em Roma apenas um dia, mas também me senti bem segura na cidade. A experiência em geral foi bem bacana e ficaria mais tempo sozinha por lá, se fosse preciso.

  6. Uau que post legal. Também viajo sozinha. Podiam haver um post assim para todos os países do mundo dizendo se o destino e seguro ou não para viajar sozinha rsrs

  7. Por ser uma cidade grande é preciso ter cuidado sempre, né? Bom saber que no geral é seguro, o problema é que 1 único molestador já pode estragar a viagem (e a vida) de outra pessoa.

  8. Nas primeiras vezes que voltei de madrugada pra casa eu também fiquei receosa, principalmente porque todas as ruelas da Itália lembram os becos sinistros das grandes cidades brasileiras. Passado um mês eu já tava vagando pelas ruas com minha câmera para fotografar Florença durante as minhas noites de insônia. Em Roma não me sentia assim tão segura, mas nada alarmante.
    Ótima pauta e ótimo texto. Parabéns!

  9. Muito bom ler esses relatos. Estive em Roma há muito tempo e não aconteceu nada desagradável. Este ano estive na Sicília e achei tranquilo. Algumas áreas estranhas para andar a noite apenas…

  10. Que legal ler esses relatos e experiências. Nunca viajei sozinha para o exterior, mas minha filha já foi para a Polônia. Para Roma fui com a família e achamos bem seguro. Para a Índia também não teria coragem. Gostei do post!

  11. Muito legal! Adorei os depoimentos. Eu já viajei sozinha e adoro. Mas fui somente para os EUA, que acho muito seguro também!! Obrigada, Renata

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top