Como se locomover em Roma: metrô, ônibus, trem, uber

Quando visitamos uma cidade turística é sempre importante saber, antes de partir, como é possível usar dos meios de transporte locais.

Por isso foram reunidas aqui dicas de como se locomover em Roma utilizando ônibus, metrô, trem, táxi, ônibus panorâmico e também a pé.

Para aqueles que escolherem uma hospedagem no centro da cidade, uma das maiores vantagens será aquele se poder se locomover por Roma a pé.

Leia também:

Como se locomover em Roma com os meios de transporte

A primeira coisa a saber é que a maioria dos meios de transporte não trem trocador e que a passagem não pode ser paga ao motorista, como fazemos em muitas cidades brasileiras.

Portanto, providencie um bilhete ou passe de transporte, o qual permitirá que você use quase todos os meios de transporte público para se locomover em Roma, com exceção dos táxis e dos trens para o aeroporto.

Ônibus, metrô e tram (VLT) são operados pela mesma empresa municipal chamada ATAC. Você pode pegar qualquer um desses transportes, usando o mesmo bilhete integrado, que tem validade de 100 minutos.

Onde comprar os bilhetes para o transporte público de Roma?

Os bilhetes para se locomover por Roma estão disponíveis:

Nas máquinas em todas as estações de metrô: nessas máquinas você pode selecionar o idioma, e dali escolher a quantidade de bilhetes. Infelizmente (no momento de redação desse post) as máquinas não estão habilitadas para uso com cartão de crédito, portanto, elas só aceitam notas e moedas em euros, embora muitas máquinas tenham uma abertura para cartão de crédito.

Preste atenção: as máquinas dão no máximo € 6 de “resto” (o troco). Isso significa que você nunca conseguirá comprar poucos bilhetes com notas acima de 20 euros.

Leia também:

Nas bilheterias (com funcionários) de algumas estações do metrô: algumas estações do metrô têm bilheterias com funcionários. São elas: Anagnina, Lepanto, Ottaviano, Battistini, Laurentina, Eur Fermi, Termini, Ponte Mammolo, Conca d’Oro.

Digo logo que, na Estação Termini o guichê com funcionários fica no subsolo e, tão escondido, que é mais fácil contar com as máquinas automáticas

Nas bancas de jornais: nas principais estações de trem há bancas de jornais que vendem os bilhetes. Geralmente as bancas de jornais do centro da cidade também vendem bilhetes, mas é bem corriqueiro o “bilhete ter acabado”.

Nas tabacarias: tabacarias são lojas que vendem cigarros e outras tranqueiras, além de também servir como casa lotérica, venda de selos, venda de pagamento do estacionamento na rua. Portanto, eles vendem bilhetes para ônibus e trens.

As lojas são facilmente identificadas com uma placa grande com a letra T. Existem dessas lojas ou quiosques nos aeroportos, estações de trem e proximidades e, verdadeiramente, todos os bairros de Roma possuem inúmeras lojas de tabaccaio.

Quiosques no aeroporto: na plataforma para pegar o trem para Roma existem quiosques que vendem bilhetes de trem e também bilhetes e passes para os meios de transporte.

Quanto custam os meios de transporte para se locomover em Roma?

Em geral o bilhete integrado unitário custa €1,50 e vale 100 minutos, mas leia a seguir todas as opções de preços e combinadinhos:

Bilhetes unitários

Os bilhetes unitários custam €1,50 e valem 100 minutos. Durante esse tempo é possível pegar ônibus, trem (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Cada bilhete dá direito a uma única entrada do metrô. Se precisar mudar de trem, desde que não saia da estação pode utilizar o mesmo bilhete.

Passes diários, semanais e mensais

ROMA 24H – O bilhete vale 24 horas a partir do primeiro carimbo e custa €7,00. Ele dá direito a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

ROMA 48H – O bilhete vale 48 horas a partir do primeiro carimbo e custa €12,50. Ele dá direito a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

ROMA 72H – O bilhete vale 72 horas a partir do primeiro carimbo e custa €18,00. Ele dá direito a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

CIS – O bilhete vale 7 dias horas a partir do primeiro carimbo e custa €24,00. Ele dá direito a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

MENSILE – O bilhete vale 30 dias do primeiro ao último dia útil do mês e custa €35,00. Ele dá direito a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

ROMA PASS – O passe de 48 horas ou 72 horas dá direito a visitar atrações turísticas e a uso ilimitado dos ônibus, trens (linhas locais e regionais dentro do anel ferroviário de Roma) e o metrô. Não é válido para o trem que liga o aeroporto de Fiumicino ao Centro de Roma e nem para ônibus turísticos abertos (hop on hop off).

Leia mais:

Quais transportes podem ser usados com os bilhetes unitários e passes?

Você pode utilizar as linhas de ônibus locais, o metrô, os trens urbanos, também pode pegar a linha de metrô que leva até o litoral de Roma (Ostia).

Exclusivamente quanto aos trens: os bilhetes de €1,50 valem enquanto você estiver dentro do limite da cidade. Para saber qual é o limite observe sempre o mapa abaixo. Na maioria dos casos, o limite do bilhete de €1,50 é tudo o que está dentro do círculo cinza.

Isso, inclusive ajuda a compreender que a linha FL1 que liga Roma ao Aeroporto Fiumicino termina o seu limite dentro da cidade na estação Ponte Galleria. Portanto, para ir e vir do Aeroporto Fiumicino é necessário comprar outros bilhetes mais caros.

Como validar os bilhetes?

Assim que subir nos meios de transporte, valide o seu bilhete. Geralmente há três máquinas nos ônibus: uma na frente, uma no meio e uma nos fundos do ônibus.

  • No metrô, será necessário validar antes de passar na catraca.
  • Nas estações de trem, há máquinas para validar espalhadas pela plataforma.
  • Nunca suba nos meios de transporte sem bilhetes porque as multas podem chegar a 100 euros.

Como usar o metrô para se deslocar por Roma?

O metrô de Roma, o qual conta com 3 linhas, é um modo rápido e eficaz para chegar em algumas das principais atrações de Roma, como o Coliseu, a Basílica de São Pedro e a Capela Sistina.

A rede não é muito extensa e nem vasta como em outras capitais europeias, mas, como já afirmei acima, ele é bem útil do ponto de vista turístico.

Para ler todas as informações sobre se locomover em Roma com o metrô, leia: Como usar o metrô de Roma.

Como usar o ônibus para se deslocar em Roma?

As principais linhas de ônibus cruzam a cidade e as placas amarelas indicam não somente as linhas que param naquele ponto, mas todo o trajeto que o ônibus faz de um ponto final ao outro.

Para você saber tudo detalhadamente sobre pegar um ônibus em Roma, leia: Pegar ônibus em Roma e entender as placas nas paradas

pegar ônibus em roma

Como usar o tram (VLT) para se deslocar em Roma?

Andar de bonde em Roma foi uma realidade bem presente no panorama da cidade até os anos 60. Apesar da redução drástica do número de linhas, na últimas duas décadas houve a reativação de antigas linhas, além também da expansão de alguns percursos.

Para quem turista por Roma não é assim tão fácil perceber a rede de bondinhos porque hoje em dia elas não passam mais nas principais ruas do centro histórico, mas muitas delas passam ao lado e/ou bem perto das principais atrações turísticas.

Para você saber tudo detalhadamente sobre pegar um ônibus em Roma, leia: Como andar de bonde em Roma?

Vale a pena usar o Uber para se deslocar em Roma?

O Uber “não pegou”. Houve muitas batalhas jurídicas, boicotes e greves por parte dos motoristas de táxi (uma corporação forte demais na Itália e com grande poder de lobby) e, no final, a imagem do Uber é de um serviço não legalizado.

O Uber não é autorizado para carros “comuns” e os motoristas de Uber são os que já tem licença para transfer de passageiro.

Por isso o serviço básico do Uber é feito com Uber Black, Uber Lux e Uber Van e, por exemplo. custa cerca de 60-75 euros do aeroporto para o centro de Roma, contra os 48 euros do táxi.

Para você saber tudo detalhadamente sobre o Uber em Roma, leia: Vale a pena usar o Uber em Roma?

Qual é o horário de funcionamento dos meios de transporte

Os meios de transporte começam a funcionar às 5:30h.  No entanto:

O metrô encerra às 23:30h de segunda a sexta, aos sábados e domingos encerra à 1:30h.

Os ônibus encerram à meia-noite e depois desse horário funcionam linhas noturnas a cada hora;

O tram (VLT) encerra às 23:30h de segunda a sexta, aos sábados e domingos encerra à 1:30h.

Os trens de/para o aeroporto também funcionam das 5:30h às 23:30h. Antes ou depois desse horário só é possível contar com táxis, transfers e corridas de ônibus noturnos a cada hora, mas que ligam o aeroporto até a Estação termini.

Posso ir e voltar dos aeroportos com a rede de transporte público?

O bilhete integrado de 1,50 não cobre o percurso de ida e volta ao Aeroporto Fiumicino.

aeroporto fiumicino de roma

Para chegar até o aeroporto fiumicino há bilhetes de 8,50 (mas não é um trem direito, é necessário descer nas estações Ostiense ou Tiburtina para pegar o metrô até o centro de Roma) ou o trem direto Leonardo Express que custa 16,50.

Já para o aeroporto de Ciampino existe uma linha de transporte local a qual é possível usar o bilhete de 1,50, mas depois também será necessário chegar até o metrô Laurentina, para dali fazer uma longa viagem até o centro de Roma.

Greves de Transporte em Roma: Dicas essencias para a sua sobrevivência!

Em Roma temos uma média de uma greve dos meios de transporte por mês, exceto em Agosto, clássico mês de férias e quando a cidade está mais vazia.

Mesmo com greve haverá circulação de ônibus. Mas peraí, se tem ônibus que greve é essa?

Bom, amigos, é uma greve italiana! Vou explicar como funciona e como você pode mudar seu  roteiro ou horário de uso dos meios de transporte.

Leia também: 

Antigamente as greves eram sempre às sextas-feiras. E por que às sextas-feiras? Sexta é o dia que muita gente que trabalha em outra cidade volta pra casa, sexta é o último útil da semana e quando todos querem chegar em casa rápido para curtir o fim de semana, sexta é o dia em que muitos partem para viagens bate-volta no final de semana.

Ou seja: uma greve na sexta-feira realmente causava um caos no já caótico sistema de transporte romano. Agora também temos tidos greves em outros dias da semana, com maior concentração às quartas, quintas e sextas feiras!

Por que tem greve e os meios de transporte continuam funcionando?

Existe um horário estabelecido pelo governo que chama-se fascia protetta (horário protegido).

Geralmente os grevistas devem garantir que os trabalhadores e estudantes possam sair e voltar para casa, então, geralmente os transportes em Roma circulam de modo que o último ônibus ou metrô sai do ponto final às 8:30h.

Dependendo de onde você estiver esperando o seu meio de transporte, considere que até 9:30 da manhã ainda pode ser possível encontrar os ônibus circulando.

terminal_roma_termini

Depois os ônibus voltam a funcionar das 16:30 até as 20h. O primeiro ônibus da tarde sairá do ponto final por volta das 16:30 e o último ônibus da noite também sairá do ponto final por volta das 20h.

Depois disso ele só volta a funcionar à meia-noite.

Praticidade: Passeio em Roma em um ônibus panorâmico hop on-hop off

E das 9 às 16:30, o que acontece?

Obviamente sendo a Itália um país muito sui generis, às vezes alguns motoristas não aderem à greve, e circula um ônibus a cada 90-120 minutos!

Mas, peraí de novo, se tem greve há motoristas que não aderem? Como assim?

Sim, simples assim! Ele pode ser um motorista de direita e a greve ser organizada por um sindicato de esquerda, daí ele decide não participar.

Dei um exemplo um pouco radical, mas pode ser assim! Ou ele pode simplesmente estar contente com o seu salário e horário de trabalho, e decidir não aderir.

Como se organizar?

Consulte o site da companhia municipal de transportes (ATAC) http://www.muovi.roma.it/ ou siga o Twitter @InfoAtac para saber quando haverá um sciopero dei mezzi (greve dos transportes).

Se você estiver viajando com smartphone ou tablet, use a App da ATAC para ver se seu ônibus está passando ou não. Pode ser baixada no próprio site: http://www.muovi.roma.it/

E quem estiver viajando de trem de/para o aeroporto Fiumicino?

Se você pegar o trem parador (linha de trem regional), provavelmente vai esperar muito. Fora do horário protegido pode passar um trem a cada 90 minutos.

O trem expresso Leonardo (que é bem mais caro), é garantido e geralmente em caso de greve continua circulando com pontualidade.

Pobre sofre, né? O serviço mais caro funciona, o mais barato não, mesmo usando os mesmos trilhos e as mesmas estações!

++ Leia Mais | Leonardo Express: trem expresso do aeroporto ao centro de Roma

E os táxis? Ou se você estiver viajando de carro?

Você terá que disputar um táxi (quase) a tapa. A média de espera de táxis na última greve foi de duas horas, para quem fica na fila nos aeroportos e nas estações de trem.

Use seu smartphone ou tablet para chamar um táxi se você estiver na rua. Ao invés, se tiver alugado um carro e for dirigir por Roma, prepare-se porque todos sairão de casa com seus carros. O tráfego ficará ainda mais pesado.

Para chamar um táxi com um torpedo, com a cooperativa 3570, mande uma mensagem para o número: 366-6730000. Essa dica só vale para quem está com um chip italiano, porque a cooperativa manda um torpedo de volta.

Caso contrário, baixe aplicativos para chamar um táxi. Os principais são:

++ Leia Mais | Táxis em Roma: preços e dicas para evitar furadas

O metrô funciona durante as greves?

Pode funcionar, como pode não funcionar fora do horário protegido. Os trens passarão com atraso e, se você for usar a linha A (a que vai para o Vaticano) pode não conseguir entrar nos vagões.

++ Leia Mais | Como usar o metrô de Roma

Mais dicas de Roma para a sua viagem

Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem

  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exige seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu Real Seguros.
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em reais.
  • Aluguel de carro 
Vai viajar pela Itália, de norte a sul ou pelas colinas da Toscana? A melhor opção de viagem é alugar um carro.