Início Calendário Roma em Dezembro: Clima, Malas e Programação

Roma em Dezembro: Clima, Malas e Programação

Publicado em:

Dezembro é um mês especial e festivo na Cidade Eterna. Nesse período são comemorados muitas ocasiões importantes: Festa da Imaculada (dia 8), Natal, Santo Estevão (26) e Reveillon.

Apesar das poucas horas de luz, já que anoitece antes das 5 da tarde, a cidade está iluminada pelas decorações de natal.

Nessa época os romanos também estão frenéticos, uma vez que as escolas, universidades e muitas empresas têm duas semanas de recesso para as férias de natal.

Leia mais:

Roma em Dezembro então é a época de curtir a magia de um dos feriados mais esperados do ano.

Também é o período para curtir iguarias alimentares dessa época: panetones, torrones, chocolates quentes e um bom vinho.

Não perca seu precioso tempo em filas enormes!

Ingresso fura-filas para o Coliseu

Ingresso fura-filas para a Capela Sistina

Vale a pena visitar Roma em Dezembro?

Roma em dezembro muda de cara, conforme se aproxima das festividades de fim de ano.

Como uma grande parte dos italianos aguardam o período de recesso (geralmente de 22/12 a 06/01) para festejar, descansar e tirar férias, a cidade estará bem tranquila na primeira quinzena do mês.

Mais ou menos a partir do dia 15, começam a chegar em Roma turistas do mundo todo, tanto os locais, quanto quem vem de outros continentes.

E com o aproximar-se do feriado de natal, também começa aquele ritmo frenético de compras de presente e supermercado.

Portanto, na primeira quinzena a cidade estará bem tranquila, sem muitas filas nas atrações turísticas. A partir da segunda quinzena até pelo menos o dia 10 de janeiro, o ritmo fica mais frenético e a cidade enche.

Além disso, obviamente que os preços dos hotéis também sobem razoavelmente durante o período das festividades de fim de ano.

No entanto, se você se organizar bem, reservando seu hotel com uma certa antecedência e também comprando os bilhetes fura-filas para as atrações turísticas, sua viagem será muito agradável. Daí é só curtir bastante Roma em Dezembro!

++ Leia Também | Hotéis no Vaticano perto do metrô

Qual é a temperatura de Roma em Dezembro?

O inverno começa no dia 22 de dezembro, portanto, espere por temperaturas frias.

Obviamente há anos nos quais somos surpreendidos por correntes de ar quente vindas da África e já tivemos um Natal com temperaturas entorno dos 18 graus.

A temperatura nesse mês registra oficialmente mínimas de 4°C e máximas de 13°C.

Considere que no final do mês, conforme nos aproximamos de Janeiro, começamos a ter manhãs muito frias, por vezes com temperaturas de 1 ou 2 graus abaixo de zero. a temperatura de veranico pode permanecer, mas também pode começar a baixar um pouco.

Chove em Roma em Dezembro?

A média de dias de chuva durante o mês de Dezembro é de um mínimo de onze a um máximo de quatorze dias de chuva. Ou seja, chove praticamente metade do mês.

Obviamente cada ano pode mudar, e estamos vivendo mudanças climáticas drásticas no nosso planeta, mas para entender um pouco como é Roma em Dezembro, aconselho sempre a fazer uma busca nos sites de meteorologia.

++ Leia Mais | Roma com chuva: como curtir a cidade dos dias molhados?

O que fazer em Roma em Dezembro?

Dezembro é um mês frio (com céu azul, mas dias bem frios) e com poucas horas de luz. Por volta das 17h já estará escuro.

Uma boa ideia é você curtir a cidade durante o dia, e deixar para fazer um happy hour ou curtir um bom chocolate quente após o calar da tarde/noite.

As atrações turísticas e os museus têm horário reduzido durante o inverno, portanto em Dezembro, o Coliseu, por exemplo, fecha mais cedo. Antes de visitar qualquer atração turística, consulte sempre os sites oficiais e veja os horários.

Roma em Dezembro: fazer a mala para se vestir em camadas

Todos os ambientes fechados são aquecidos, inclusive os meios de transporte. Aqui a gente usa o método de vestir-se em camadas. Uma camisetinha de algodão ou segunda pele por baixo da camisa/camiseta principal, por sua vez por baixo de um pullover que é arrematado com o casaco.

Se seu casaco for desses que não deixa passar nenhum frio, acho legal não exagerar na grossura do pullover. Talvez um pullover mais fino dê conta do recado.

++ Leia Mais | Viajar de trem na Itália: dicas práticas e passagens baratas

Quais são as peças indispensáveis para se vestir em Novembro?

1. Casaco forrado

Quando penso em me proteger do frio, a escolha do casaco é fundamental. Existem vários tipos de casacos forrados e de vários comprimentos. Esse aqui em cima vai até a cintura.

O salvador da pátria: os casacos da marca Quechua, que são vendidos nas lojas Decathlon e o efeito é esse da foto. Você dobra e ele fica minúsculo. E eles esquentam pra caramba! São feitos com os mesmos tecidos e tecnologia dos agasalhos para esqui, porque devem ser leves e aquecer ao mesmo tempo.

Eu os uso sem dó nem piedade e, se a ocasião exigir um look mais arrumadinho, capricho no que estarei vestindo por baixo do casaco, na echarpe, nas luvas, nos brincos e até na maquiagem. Afinal, se vou a uma festa ou a um restaurante, por exemplo, a primeira coisa que farei é tirar o casaco.

come se vestir em roma em novembro

Acima uma ótima opção: o casaco duplo. A parte vermelha é um colete forrado, que é separado do resto do casaco e pode ser juntado por meio de fechos e botões de pressão. Se estiver muito frio dá pra usar tudo junto, se estiver mais quentinho, o segredo é usar só a parte de cima, sem o colete.

Leia Mais:

Acessórios para não sentir frio:

1. Toucas, gorros ou acessórios para cobrir as orelhas

Ao visitar Roma em Dezembro, tenha sempre uma proteção pelo menos para seus ouvidos. Sou daquelas que prefere a touca inteira. Não cobrir a cabeça ou proteger os ouvidos em um dia muito frio, por experiência própria, pode causar uma baita dor de cabeça, sinusite ou dor de ouvido.

toucas para inverno na europa

Casacos com toucas protegem, mas…

Os casacos com toucas protegem, mas a menos que ele tenha um elástico em torno da cabeça, ou um botão logo embaixo do queixo, o ar frio vai entrar, ou se o capuz for muito leve, o vento vai descobrir a sua cabeça. Por isso tenha sempre uma touca mesmo. O ideal para serem usadas com casaco com capuz são as toucas sem pompom, exceto se o capuz for muito grande.

2. Luvas

Há quem prefira colocar as mãos nos bolsos do casaco. Apesar de nem sempre fazer um frio tal para usá-las, vai por mim: compre um par de luvas. Porque em um dia de frio polar, ficar com aquela sensação que seus dedos estão endurecidos por causa do frio, ou sentir dor nas mãos, não é nada legal. Tive que sofrer e errar na escolha do vestuário de inverno para aprender! Assim como as toucas, não é um tipo de acessório que vai ser usado sempre, mas é bom tê-lo em caso de necessidade.

3. Sapatos

Acho muito importante ter um par de sapatos que proteja não somente do frio (isso dá para resolver facilmente com boas meias ou palmilhas que isolam do frio), mas o fundamental é estar com os pés protegidos também para os dias chuvosos.

calçados para roma em novembro

As galochas servem de verdade em dias de chuva torrencial, o que nem sempre acontece. Talvez seja bom ter boas botas na mala e, em caso de necessidade, há várias lojas fast fashion mais econômicas ou o “torra-torra dos chineses” (comércio estilo Saara no RJ, ou 25 de Março, em SP) onde encontrar um bom par de galochas por aproximadamente 10-15 euros. A esse preço não serão as galochas mais lindas e fashion do mundo, mas deixarão os pés enxutos.

té dá para usar tênis, desde que não seja um dia muito frio ou chuvoso. Segredinho: usar com meias grossas ou palmilhas para o inverno. As palmilhas isolam o nosso pé da sola do sapato, não deixando passar a friagem. Onde encontrá-las? Na loja Decathlon.

++ Passeio Guiado no Coliseu: Contrate uma guia brasileira em Roma

6. Meias inteiras e ceroulas

Eu não gosto de meias de lã, portanto, uso sempre meias de algodão, um pouco mais grossas, até o joelho. Também não gosto de ceroulas inteiras de inverno, mas elas podem ser encontradas em qualquer loja de roupas íntimas. Chamam-se calzamaglia.

Essa da foto abaixo é uma calzamaglia para quem faz esportes de inverno. A peça que só justificaria a compra naqueles poucos dias de frio polar. Quem gosta de usar saias e vestidos deve escolher uma meia calça com um fio mais grosso. 

7. Echarpes

Um combo indispensável para o inverno: casaco + echarpe. Pashminas e lencinhos de seda para o pescoço não dão conta do recado.

Nunca saia sem uma! Além de evitar dor de garganta e resfriados, nos dias com correntes de ar geladas, você também pode proteger o nariz e a boca com a sua echarpe. Outra maneira de evitar sinusites e rinites por causa do ar frio.

Cuidado com a pele: protetor labial e cremes hidratantes

Além de vestir-se adequadamente é essencial cuidar da pele do rosto e principalmente dos lábios.

As bochechas ficaram rosinhas/vermelhinhas após um dia de passeio. Pode ser fofinho ou bonitinho, mas 1-2 dias depois a pele pode começar a rachar ou ficar bem feia e ressecada. Esse efeito é queimadura causada pelo vento frio.

Muito pior é o efeito nos lábios que podem rachar e até sangrar. Tenha sempre um protetor feito com manteiga de cacau, e passe sempre, mesmo quando o dia não parecer muito frio.

Se estiver ventando, esse é o alarme para proteger imediatamente os lábios e a pele. Você encontra esses protetores em supermercados, farmácias e perfumarias em Roma. Preço: a partir de 1,50 euros.

Guarda-chuva ou capa de chuva

A maioria dos camelôs que ficam no entorno dos monumentos vendem guarda-chuvas e capas de chuvas caros e de péssima qualidade.

Portanto, você pode comprar um guarda-chuva em lojinhas de tranqueiras (tipo as lojinhas dos comerciantes chineses) ou capinhas de chuva coloridas em lojas baratinhas como a Tiger.

Mais dicas para a sua viagem a Roma:

Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem

  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exige seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu Real Seguros.
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em reais.
  • Aluguel de carro 
Vai viajar pela Itália, de norte a sul ou pelas colinas da Toscana? A melhor opção de viagem é alugar um carro.  
Luciana Rodrigues
Guia brasileira em Roma e Vaticano. Moradora de Roma há mais de 21 anos. Idealizadora e produtora de conteúdo do Roma Pra Você, para quem quer organizar a sua viagem a Roma em plena autonomia. Seja bem-vindo(a) e prazer em conhecê-lo(a)!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas Mais Procuradas

- Advertisement -