Você está aqui
Home > Arte > Roma Barroca e a rivalidade entre Bernini e Borromini

Roma Barroca e a rivalidade entre Bernini e Borromini

A arquitetura barroca é aquela que se desenvolveu na Europa prevalentemente no séc. XVII, e é caracterizada por linhas curvas, formas sinuosas, elipses, espirais. Muitas vezes tudo junto no mesmo lugar. Por isso, na época em que surgiu foi tão detestado pelos classicistas que, justamente, apelidaram-no de Barroco, porque era considerado de péssimo gosto, exagerado, cafona.

Mas a verdade é que Roma passou por enormes transformações justamente nesse período, por isso é impossível rodar pela cidade e não considerá-la uma cidade “muito barroca”. Ousaria dizer que os dois estilos arquitetônicos que nela prevalecem é aquele imperial (antigo) e aquele barroco, com seu auge graças a grandes arquitetos, como os eternos rivais Bernini e Borromini.

O barroco Berniniano

Justamente, muitos falam da Roma Barroca de Bernini, porque suas mãos adornaram incessantemente a cidade. Sempre me pergunto, brincando, se Bernini dormia. Porque de certo, podemos dizer que ele era um workaholic.

fonte_tritao_roma-800x509

Também preciso saber, também, que os Bernini foram uma estirpe talentosíssima: Pietro Bernini (pai), Gian Lorenzo Bernini e Luigi Bernini (filhos), além de Domenico Bernini (neto). Em alguns projetos, mesmo quando se fala de “fonte de Bernini”, “esculturas de Bernini”, saibam que houve colaborações entre ele e o pai, e entre ele e o filho. Domenico colaborou com o pai, mas, na verdade, mais do que um escultor ou arquiteto, foi um escritor.

Mas se Bernini graças ao seu talento, gênio, boas relações e vida amorosa muito agitada (acho que Bernini não conheceu o #casamentoblindado), um outro arquiteto tímido, bipolar, complicadíssimo e com menos sorte ou vontade de ter boas relações sociais, também construía silenciosamente uma esplêndida Roma barroca: Francesco Borromini.

A rivalidade entre Bernini e Borromini

Muitos históricos colocam em dúvida se essa rivalidade realmente existiu. Mas as “Revistas Caras” da época dizem que sim, e a lenda urbana dura até hoje.

Em Roma o ícone da discórdia entre os dois arquitetos pode ser visto na Piazza Navona, exemplo maior de praça barroca italiana no mundo. Bernini e Borromini colaboraram para a beleza e grandiosa daquela que foi construída sobre o antigo Estádio de Domiciano.

A majestosa fonte central da praça, a Fonte dos Quatro Rios (Fontana dei Quattro Fiumi) é de autoria de Bernini. Já a igreja que fica bem em frente, a de Santa Agnese in Agone foi confiada ao engenho de Borromini.

praca-navona-em-roma
Olhem a mãozinha da estátua (de Bernini), como se estivesse com medo que a igreja (De Borromini) fosse desabar.

Não se sabe se por coincidência ou se de propósito, uma das estátuas de Bernini, aquela colocada bem de frente para a igreja… levanta a mão quase como se quisesse de proteger de alguma coisa! Muitos interpretam esse gesto como se a estátua (Berniniana) estivesse com medo que a cúpula da igreja (borrominiana) caísse em cima dela. Aquela mão levantada é um sinal de medo do que poderia acontecer, como se Bernini não confiasse na qualidade do trabalho de Borromini.

Verdade ou ficção, essa é uma das principais lendas da história da Roma Barroca.

Mas também temos uma exceção: a pequena pérola do barroco português em Roma

Roma não deixa nada a desejar. Simplesmente nada!

O barroco português da Igreja de Santo Antônio dos Portugueses

No meio da abundância arquitetônica do barroco romano, também temos o barroco português. Uma pequena pérola destoante em uma ruazinha charmosa no centro de Roma: a igreja de Santo Antônio dos Portugueses. Ali veremos algo mais parecido com o barroco das igrejas que conhecemos no Brasil, como, por exemplo, aquela da Candelária no centro do Rio de Janeiro.

barroco-portugues-em-roma

O órgão acabou de ser restaurado e… olhe para o teto. Ali encontra-se um dos mais belos afrescos de Roma.

barroco-portugues-em-roma-2
Onde fica? Perto da Piazza Navona, na Via dei Portoghesi 2.

Alguns dos maiores ícones da arquitetura barroca em Roma:

  • Piazza Navona (com obras de Bernini e Borromini)

praca-navona-em-roma-3

  • A Igreja de Sant’ Andrea al Quirinale (Borromini)
  • Fontana di Trevi (Nicola Salvi e vários arquitetos. Parece que na verdade Nicola Salvi se inspirou em um antigo projeto de Bernini)
  • Extase de Ludovica Albertoni e Extase de Santa Teresa d’Avila, respectivamente nas igrejas de San Francesco a Ripa (Trastevere) e Santa Maria della Vittoria (Quirinale), ambas de Bernini

barroco-em-roma

  • Igreja de San Carlo alle Quattro Fontane (Borromini)

barroco-em-roma_3

  • Ponte dos Anjos (Bernini)
  • Baldaquim da Basílica de São Pedro (Bernini)

barroco-em-roma_2

  • Fontana della Barcaccia (de Pietro e Gian Lorenzo Bernini. Conforme afirmam os históricos da arte, mais de Pietro do que de Gian Lorenzo, que deu “uma ajudinha” ao pai)

 


Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem


  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exigem seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu com a Real Seguros. FAÇA COTAÇÃO AGORA E GANHE 10% DE DESCONTO
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em Reais. BUSCAR HOTEL
  • Ingressos Fura-Fila para o Coliseu
Se você não quiser perder preciosas horas da sua viagem em filas, reserve aqui o bilhete para o Coliseu, Fórum Romano e Palatino. COMPRAR INGRESSO COLISEU
  • Evite as filas quilométricas dos Museus do Vaticano
Quer evitar filas que dobram o quarteirão? Então a melhor coisa a fazer para ver a Capela Sistina, é comprar seu ingresso antecipado. COMPRAR INGRESSO VATICANO

Conteúdo Semelhante

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top