Você está aqui
Home > Outros Destinos > Emilia Romagna > Museu da Ferrari, Maranello: motores, beleza e tecnologia

Museu da Ferrari, Maranello: motores, beleza e tecnologia

Cada cidade tem seus símbolos: sejam eles pequenos ou grandes, mais ou menos famosos. Se Roma tem o Coliseu, e Veneza os seus canais com gondoleiros, a cidade de Maranello tem a Ferrari. Para qualquer italiano é uma associação automática de ideias, pensar na cidade, que fica na província de Modena, e instantaneamente na “vermelha” mais amada pelos italianos! Portanto, inclua uma visita ao Museu da Ferrari se passar ali por aqueles lados.

Para mim, que também vivo esse mito italiano no dia a dia, foi muito interessante visitar a Fábrica da Ferrari, a qual sedia o Museu da Ferrari e poder ver inúmeras Ferraris vermelhas (e também amarelas, pretas e cinzas) bem de pertinho.

Como era de se esperar, o Museu da Ferrari de Maranello é bem tecnológico, porque além de pura beleza, a Ferrari também é pura tecnologia. Além dos carros, há cockpits e motores desmontados, vídeos nos quais são contados vários momentos da história da marca, e há até cópias gigantes dos esboços feitos por Pininfarina.

Mais dicas de Modena

museu da ferrari

A grandeza da fábrica da Ferrari já se nota quando a gente ainda nem entrou no local: uma verdadeira Ferrari “engaiolada” na entrada, algumas Ferraris estacionadas e todo mundo querendo tirar fotos do lado, e o “cavallino” (“cavalinho”) ali imponente nos dando o seu bem-vindo! Se você for apaixonado(a) pela cor vermelha, estará no lugar certo!

Assim que passamos pela entrada, uma das primeira coisas que nos chama a atenção é a frase outrora proferida por Enzo Ferrari: “A vitória mais bonita é aquela que ainda está por vir”. Logo depois vemos um lindíssimo protótipo cinza de 1968, que forma uma policromia complementar com o fundo amarelo e o cavalinho preto.

museu da ferrari

Mas também há carros de formula 1 dos anos 40 e uma galeria que mostra todos os pilotos da Ferrari, inclusive… Rubinho Barrichello. Gente! Confesso que eu nem lembrava que Rubinho já foi um piloto da escuderia! Falha minha! Como era de se esperar, há muitas fotos de todos os pilotos até hoje, e inclusive mensagens desejando “Forza” para Michael Schumacher.

Há carros nos quais também encontra-se gravado o nome de quem o pilotava.

fabrica da ferrari
O protótipo comprado para as gravações do filme “Le Mans”

Em alguns momentos tive a impressão que o Museu da Ferrari é um “museu para meninos crescidos”, porque a “homarada” (sic) ficava simplesmente extasiada, enlouquecida, boquiaberta diante dos carros. Como não é permitido tocar nos volantes, vi alguns homens fazendo de conta que estavam dirigindo o carro, e pedindo os(as) acompanhantes para que tirassem fotos! #oshomenspiram

Além de ser um museu “bem visual”: carros, motores, vídeos, etc., quem tem tempo e interesse em ler as placas e os posters nas paredes, pode aprender muito. O que me chamou a atenção foi a colaboração entre o designer de automóveis Sergio Pininfarina (1926-2012) e a Ferrari. A parceria começou em 1965 quando o proprio Pininfarina convenceu Enzo Ferrari a mudar o design e o pocionamento dos motores dos carros esportivos. Em 2013 a Ferrari fez uma homenagem post-mortem criando a Ferrari Sergio.

visitar-museu-ferrari_6

No museu também há pequenas curiosidades, como, descobrir que a Shell cria “bombas de gasolina” exclusivamente para abastecer os carros de F1 da Ferrari. Ou o modelo dirigido por Steve McQueen no filme Le Mans.

E sabem aquele momento crucial da mudança dos pneus? Aqui você pode ver um deles de bem pertinho! E inclusive mudar um pneu, mas esse serviço deve ser reservado com antecedência pelo e-mail ao Museu da Ferrari: museo@ferrari.com. Informações aqui para o seu pit-stop privado.

visitar-museu-ferrari_7

Mas se ainda não estiver satisfeito e quiser curtir mais a sua visita, saiba que é possível viver ao vivo e a cores a emoção de dirigir uma Ferrari modelo F1: há simuladores semi-profissionais para adultos #oshomenspiramdenovo e também para crianças. Quando cheguei estavam todos cheios, e tinha um cara que era simplesmente fera no volante! Deve ter jogado muita PlayStation quando pequeno!!! (risos)

A visita ao museu pode ser encerrada com um lanche na cafeteria e uma passadinha na loja de souvenirs. Há de tudo para todos os gostos e bolsos: camisetas, óculos de sol, perfumes e gadgets variados, como, por exemplo: Ferraris em miniatura. Achei os preços bem abordáveis!

visitar-museu-ferrari_8

Museu da Ferrari em Maranello

Via Dino Ferrari 43 – 41053 Maranello (MO)
Tel. +39 0536 949713 Fax +39 0536 949714
Contatos: museo@ferrari.com e Site: http://museomaranello.ferrari.com/

Dias e Horários: Abre todos os dias, das 9h30 às 18h (de Abril a Outubro das 9h30 às 19h), com exceção dos dias 25/12 e 01/01.

Preços:

Preço do bilhete inteiro: 15 euros

Preço do bilhete com desconto: 5 euros para menores de 19 anos acompanhados com alguém que também vai visitar o museu, 10 euros para menores (sem acompanhantes) e idosos acima de 65 anos.

Preço do simulador: 25 euros para cada 10 minutos de uso.

Outros Serviços:

Provar a mudança de pneus, visitar a fábrica da Ferrari e a pista de testes. Tudo deve ser reservado antecipadamente pelo site.

Transporte:

Você pode chegar até lá com um serviço de ônibus que sai da Estação de Bolonha, da Estação de Modena ou do Museu Enzo Ferrari (também em Modena). Veja aqui preços e horários.

Para quem viaja com malas, é possível guardar as bagagens nos dois museus Ferrari.

O outro Museu Ferrari de Modena: o Museu Casa Enzo Ferrari

Modena reserva dois espaços e momentos dedicados à Ferrari: um mais “sentimental”, o Museu Casa Enzo Ferrari, e outro com tecnologia e adrenalina elevadas à enésima potência, o Museu da Ferrari de Maranello.

Nas minhas andanças pela sempre prazerosa região Emilia-Romagna, primeiro tive a oportunidade de visitar o Museu da Ferrari de Maranello.

museu-enzo-ferrari-modena-2

E em uma visita sucessiva, fui também ao Museu Enzo Ferrari. O lugar nasceu onde realmente existia a fábrica/oficina de Alfredo Ferrari, pai de Enzo.

À diferença do outro Museu da Ferrari, este é mais acolhedor e mais sentimental, porque conta a paixão desses homens e de tantos outros homens da região pelos motores, inclusive a dinastia dos Maserati.

museu-enzo-ferrari-modena-3
Um pouco sobre a história de outra dinastia automobilística: os seis irmãos Maserati.

Museu Casa Enzo Ferrari: a poucos minutos a pé da estação de Modena

Uma das maiores vantagens dessa visita, para quem quer ver de perto (e quase tocar) uma Ferrari, é que o museu fica coladinho na estação de trem de Modena. E Modena é facilmente alcançável de qualquer lugar (com bom deslocamento ferroviário), do centro e do norte do país. A cidade fica a somente a cerca de 20-30 minutos de trem de Bolonha e dali você pode continuar sua viagem para Milão, Veneza, Verona, ou Florença, por exemplo.

museu-enzo-ferrari-4

Mapinha com a distância:

Passado e presente: a velha oficina lado a lado a uma obra de arquitetura moderna

Uma das primeiras coisas que nos chamam a atenção quando chegamos ao Museu Enzo Ferrari é ver o antigo casarão de tijolos com a escrita OFFICINA MECCANICA ALFREDO FERRARI e que era a oficina onde começou a história da Ferrari. Logo ali ao lado também ficava a casa deles.

museo-casa-enzo-ferrari-modena-2

Mas existe uma coisa ainda mais interessante, e que traduz fielmente a cultura e as tradições italianas. Aqui usa-se muito a expressão casa e bottega (casa e bodega), para falar de alguém que tem uma atividade comercial (um armazém, um açougue, um supermercado, uma fábrica e até uma roça) colada junto à sua residência. Essa é a história da Itália onde muitas famílias construíam um “puxadinho” ao lado das suas casas, e dali nasceram muitas realidades vencedoras, e que até viraram grandes empresas e marcas industriais.

museo-casa-enzo-ferrari-3
Na estrutura nova tem um cantinho com lanchonete e restaurante.

Pois bem, logo atrás dessa romântica oficina de tijolos do séc XIX foi construída uma linda estrutura inicialmente projetada e iniciada pelos arquitetos Jan Kaplický e Amanda Levette, do Future Systems de Londres. Após o divórcio de Kaplicky e Levette, além do falecimento do arquiteto tcheco, o projeto foi reinterpretado e concluído pelo arquiteto italiano Andrea Morgante, seu assistente.

museo-casa-enzo-ferrari-4

Não entendo muito de arquitetura, mas acredito ter uma sensibilidade para a beleza. Achei que o casarão-oficina de 1830 e o novo prédio de 2012 combinam bem e não brigam entre si! Há uma harmonia entre o passado e o presente, entre o velho e o novo.

As origens: motores e fotos, no casarão

A família Ferrari sempre foi apaixonada por motores, e já no início do séc XX foi uma das primeiras famílias de Modena a ter um carro motorizado.

museo-casa-enzo-ferrari-modena

motor-de-uma-ferrari-2

Nessa parte há vários motores das Ferraris, mas também a primeira Ferrari construída, além das primeiras a ganharem campeonatos mundiais. Ademais, encontramos algumas Alfa Romeo que pertenceram ao Enzo e muitas fotos em preto e branco, retratando a família, os carros e a antiga oficina.

museu-casa-enzo-ferrari-10

barco-ferrari
Pasmem, um barco Ferrari, o qual ganhou prêmios em várias competições.

A tecnologia: história e Ferraris no museu super moderno

No outro ambiente, super moderno, há uma exposição enorme de Ferraris e também muitos painéis que contam de modo cronológico sobre essa grande aventura automobilística que nasceu ali em Modena. Praticamente dentro desse enorme ambiente “futurista” aprendemos sobre a história do automóvel de 1890 a 1970, ali naquela região.

museu-enzo-ferrari-modena-5

museu-enzo-ferrari-6

Além de ver todas essas Ferraris lindas de perto, no museu também há projeção de mostras. Quando fui, a mostra era dedicada, claro, a Enzo Ferrari e também a Luciano Pavarotti, outro cidadão ilustre de Modena.

luciano-pavarotti

Todas as luzes do museu se apagaram e cheguei a ficar arrepiada. Foi lindo ver um pout-pourri de vários momentos da carreira de Pavarotti. Adorei especialmente as imagens dele cantando New York New York com Lisa Minelli.

museu-enzo-ferrari
Ver todos esses carros dentro desse ambiente moderno, enorme e até um pouco futurista é uma super experiência!

Se passar por Modena, vá ao Museu Enzo Ferrari. Essa é uma visita que realmente vale realmente a pena. Para quem quiser visitar os dois museus, o do centro de Modena e o de Maranello, há serviços de ônibus que ligam os dois locais.

Casa Museu Enzo Ferrari

Site: http://museomodena.ferrari.com/

Aberto todos os dias, exceto 25 de Dezembro e 1 de Janeiro.

De 1 de Novembro a 31 de Março: das 9:30 às 18h.

De 1 de Abril a 31 de Outubro: das 9:30 às 19h.

Endereço

Via Paolo Ferrari 85, Modena

Preços

Tarifa: 15 euros

Estudantes e idosos acima de 65 anos: 13 euros

Menores de 19 anos: 5 euros

 

Visitei o local a convite do Discover Ferrari & Paravotti Land.


Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem


  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exigem seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu com a Real Seguros. FAÇA COTAÇÃO AGORA E GANHE 10% DE DESCONTO
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em Reais. BUSCAR HOTEL
  • Ingressos Fura-Fila para o Coliseu
Se você não quiser perder preciosas horas da sua viagem em filas, reserve aqui o bilhete para o Coliseu, Fórum Romano e Palatino. COMPRAR INGRESSO COLISEU
  • Evite as filas quilométricas dos Museus do Vaticano
Quer evitar filas que dobram o quarteirão? Então a melhor coisa a fazer para ver a Capela Sistina, é comprar seu ingresso antecipado. COMPRAR INGRESSO VATICANO

Conteúdo Semelhante

4 thoughts on “Museu da Ferrari, Maranello: motores, beleza e tecnologia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top