You are here
Home > Uncategorized > Mitos e Verdades sobre Roma

Mitos e Verdades sobre Roma

Existem muitos mitos e verdades sobre Roma, uma das cidades mais visitadas do mundo. Hoje tentaremos confirmar ou desmistificar alguns fatos:

Em Roma não há nada de moderno, e somente “coisas muito antigas” para ver. Mito ou Verdade?

Mito maior do que esse, impossível! Se é absolutamente verdade que Roma é mesmo conhecida pelas suas antiguidades, afinal a Cidade Eterna possui 2768 anos, a sua linha do tempo não ficou parada no passado. Se por um lado é complicado construir até uma linha do metrô, porque qualquer buraco que se abre em Roma pode esconder uma ruína antiga, temos de tudo: arquitetura medieval, renascentista, Liberty, racionalismo italiano (também conhecido como arquitetura fascista) espalhada pelos quatro cantos da cidade, e prédios modernos novíssimos em folha. Basta ir até o Auditorium Parco della Musica, de Renzo Piano, ou à Ara Pacis de Augusto, do arquiteto americano Richard Meier. Sem falar no eclético bairro Coppedè, um bairro construído com uma mistura de estilos, fazendo dele um ícone de ecletismo arquitetônico do século XX.

quartiere-coppedè-2
Piazza Mincio, epicentro do bairro Coppedè

É possível fazer tudo a pé? Mito ou Verdade?

Verdade, desde que você fique hospedado no “bairro certo”. É importante saber que grande parte dos monumentos e ruínas estão no espaço público, e que há uma infinita quantidade de obras de arte dentro das igrejas romanas. Portanto, se estiver hospedado em bairros e áreas centrais como Trastevere, Monti, Campo de’ Fiori, Piazza di Spagna vai poder fazer praticamente tudo a pé.

Os museus, atrações e os hotéis de Roma são caros. Mito ou Verdade?

museus-vaticanos
Sala dos Mapas, Museus Vaticanos

Infelizmente, é verdade. Se por um lado é possível ver quadros de Caravaggio e Rafael, ou esculturas de Bernini e Michelangelo dentro das igrejas (algumas delas quase desconhecidas pela maioria dos turistas) e sem desembolsar um único centavo, os principais museus e atrações não são assim tão baratos (Coliseu 12 euros com fila e 14 euros sem fila, Museus Vaticanos 16 euros com fila e 20 euros sem fila). Ademais,  aqueles mais visitados pelo público tem uma política de gratuidade limitada: somente no primeiro domingo do mês. Há alguns anos também foi eliminada a gratuidade para maiores de 65 anos.

Quanto aos hotéis, para ficar nas áreas mais centrais e badaladas do centro da cidade, como o Trastevere ou o Campo de’ Fiori, por exemplo, é necessário desembolsar (com sorte!) pelo menos 90 euros em uma diária.

Três dias são suficientes para conhecer a cidade? Mito ou Verdade?

Mito! Em menos de 5 dias você poderá conhecer os principais pontos turísticos, mas vai precisar de muita disposição para caminhar muito e, na alta temporada ter muita paciência para enfrentar filas. Se sua viagem coincidir com o outono/inverno, a maioria das atrações fecha 2-3 horas mais cedo, à diferença da primavera e verão. Por isso programe de 5-7 dias em Roma para conseguir ver tudo com calma.

De Roma é possível fazer bate-voltas para todo canto do país, em particular Veneza? Mito ou Verdade?

Mito! Depois que recebi essa pergunta algumas vezes por parte dos leitores do blog, tenho que dizer claramente que fazer um bate-volta para Veneza não é uma missão impossível, mas é uma missão suicida!

bate-volta-roma-veneza
Trem de alta velocidade, Estação Termini

A viagem da Cidade Eterna até a Serenissima leva 3:45h (cada trecho), o primeiro trem sai de Roma às 6:50h da manhã e os bilhetes em trens de alta velocidade custam em média 50 euros (mesmo se reservados com 2-3 meses de antecedência). Sem esquecer, como na dica acima, que pelo menos de meados de novembro até meados de fevereiro os dias são mais curtos. Portanto, um único dia em Veneza, saindo de Roma, vai ser mais uma fadiga e uma despesa, do que uma viagem inesquecível!

Mitos e Verdades de Veneza, Milão e Florença/Toscana

Quer conhecer Mitos e Verdades de outras cidades italianas. Então corre lá no Italia Per Amore, Milão nas Mãos e Viva Toscana.


Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem


  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exigem seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu com a Real Seguros. FAÇA COTAÇÃO AGORA E GANHE 10% DE DESCONTO
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em Reais. BUSCAR HOTEL
  • Ingressos Fura-Fila para o Coliseu
Se você não quiser perder preciosas horas da sua viagem em filas, reserve aqui o bilhete para o Coliseu, Fórum Romano e Palatino. COMPRAR INGRESSO COLISEU
  • Evite as filas quilométricas dos Museus do Vaticano
Quer evitar filas que dobram o quarteirão? Então a melhor coisa a fazer para ver a Capela Sistina, é comprar seu ingresso antecipado. COMPRAR INGRESSO VATICANO

Similar Articles

7 thoughts on “Mitos e Verdades sobre Roma

  1. Oi, Roma é incrivel mesmo, a primeira vez que visitei foi em janeiro, só peguei chuva e achei um tanto sem graça. Voltei em abril e me encantei. Estou começando a planejar uma viagem pra europa em janeiro ou novembro e gostaria de incluir roma e toscana, nessa epoca vc acha que convém (nao temos nada contra frio, ao contrario) ou melhor deixar pra ir na italia quando eu tiver oportunidade de ir na primavera? que dúvida =/

    1. Se o seu problema é a chuva, em Novembro chove um pouco.
      Mas quando faz dias bonitos é ótimo para turistar. Começa a baixa temporada, os preços baixam, a cidade esvazia bastante.
      Abs,
      Luciana

  2. Lendo esse post lembro que tenho que urgentemente voltar para Roma… Faz muito tempo que fui e ainda falta ver muita coisa.
    By the way: bate e volta para Veneza já acho loucura de Milão…daí então… Bjs

  3. Oi, Lu!
    Nossa, Roma tem bastante coisa mesmo pra ver!!! A primeira vez que fui para ai fiquei 4 dias e fiz só o básico…
    No fim, acho que nossos mitos e verdades ficaram bem parecidos, né?! 😉
    Bjos!

    1. Sim, cidades com enorme patrimônio cultural e uma marca: no meu caso a antiguidade. No seu caso o Renascimento. Daí muitos pensam que é “só isso”.

      Beijosssssssss

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top