Início Comer e Beber Funcho, um vegetal muito presente na mesa dos italianos

Funcho, um vegetal muito presente na mesa dos italianos

Publicado em:

O Finocchio (pt.: funcho) ou o “bulbo da erva-doce”, é um alimento muito consumido pelos italianos, e presente em todas (todas mesmo!) barraquinhas de feira, mercearias e supermercados. Não precisa ir a farmer markets ou feirinhas bio (e caras!) para encontrá-lo.

No Brasil, todos nós conhecemos o gosto da erva-doce, ou de uma bala de anis, mas quase ninguém come o funcho no dia-a-dia. Aliás, confesso que, antes de morar na Itália, nunca havia visto ou prestado a atenção para a existência do funcho.

Na Itália ele é muito consumido. Talvez menos do que outros vegetais como a batata, a abobrinha ou a cenoura, mas, todas as barraquinhas de feira, ou os supermercados possuem grandes quantidades desse vegetal.

Uma das suas maiores vantagens: ele dura muito. Se você o comprar e esquecer por alguns dias na geladeira, o encontrará ainda fresco. Se a parte externa ficar um pouco “queimada” ou escurecida com o frio da geladeira, basta descascar 1 ou 2 camadas externas. Mas mesmo fora da geladeira ele dura bastante.

Ele é servido cru com pinzimonio, em saladas temperado com azeite e sal e em combinações (ou acompanhamento) de pratos crus, como um carpaccio ou tartare de carne vermelha ou um carpaccio de salmão defumado. Uma receita deliciosa e barata é o funcho gratinado no forno, com molho bechamel e queijo parmesão.

Como planta medicinal, olha o funcho aí de novo: ele é o diurético natural número 1 recomendado tanto por médicos homeopatas quanto por alopatas. Seu poder de nos ajudar a fazer xixi é uma unanimidade. Nesse caso são recomendadas as infusões ou chás. Também ajuda a aliviar cólicas e gases dos bebês. Muitos pediatras o recomendam.

Funcho gratinado

Mas se alguém te chamar de finocchio, alto lá…

Na gíria popular e, a meu ver, não é nada elegante, finocchio é sinônimo de gay. É um modo de fazer um bullying pesado de um homossexual do sexo masculino. Acho um termo pejorativo, ofensivo!

Existem várias teorias (não confirmadas) sobre a etimologia, uso e acepção do significado.

Muitos dizem que, quando na idade média queimavam as bruxas e os homossexuais, era usual jogar pequenos galhos da planta de erva-doce, para evitar o cheiro de queimado. E parece que assim, começaram a chamar os gays de finocchio. Muitos se perguntam porque então as bruxas, ou os hereges também queimados na fogueira não ganharam o mesmo apelido.

Culinária:

Se você compreende um pouco o italiano (senão, amigo(a), para que serve o Google Translate, né?), aqui vão algumas receitinhas com o funcho:

Funcho gratinado http://ricette.giallozafferano.it/Finocchi-gratinati.html

Funcho gratinado sem bechamel http://www.chiarapassion.com/2016/01/finocchi-gratinati.html

10 receitas top com funcho, até massas http://www.salepepe.it/menu/top-ten-ricette/10-migliori-ricette-finocchi/

Mais receitas e tem até sopas com funcho http://www.cucchiaio.it/ricette/verdure_finocchi~1/

Bom Apetite!

#coisasqueositalianoscomem

Imagens: da internet, rigorosamente de uso gratuito.

 

Luciana Rodrigues
Guia brasileira em Roma e Vaticano. Moradora de Roma há mais de 21 anos. Idealizadora e produtora de conteúdo do Roma Pra Você, para quem quer organizar a sua viagem a Roma em plena autonomia. Seja bem-vindo(a) e prazer em conhecê-lo(a)!

18 COMENTÁRIOS

  1. eu comi sem saber e falei ~tem gosto de bala~ hauehaue e os italianos ficaram como assimmmm! nunca imaginei q comeriam aqui na Italia, nao eh um dos melhores sabores, mas da pra variar de vez em quando

    • Tem gosto daquelas balas de anis, né?
      Gozado é que eu gosto de funcho e chá de erva-doce, mas detesto qualquer coisa com anis.

  2. Ai, gente… falando de Itália e de comida assim, você nos conquista muito fácil! kkkkk
    Também passamos a conhecer melhor o finocchio na nossa temporada italiana. Adorávamos comer cru acompanhado de um molho de iogurte + zatar (fica a dica kkkkk) <3

  3. Que interessante saber sobre o funcho, sempre vejo nos mercados aqui em Toronto mas nunca comprei por não saber o que fazer com ele. Vivendo e aprendendo. Vou testar as receitas sugeridas.

  4. Pode confessar que eu detesto Finocchio? hahaha Volta e meia ele aparecia na minha mesa lá na Bélgica, mas não dá. Se bem que essa versão dele empanada pode até ser melhor. hehehe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas Mais Procuradas

- Advertisement -