Início Dicas de Roma Onde Esquiar em Roma e Arredores | Pistas de Esqui

Onde Esquiar em Roma e Arredores | Pistas de Esqui

Publicado em:

Com a chegada do inverno muitas pessoas querem aproveitar sua estadia na Europa para passar pelo menos um dia esquiando.

Para quem quiser esquiar em Roma, a notícia é que, apesar de nevar raramente na cidade, existem ótimos lugares para esquiar em cidadezinhas da província de Roma e nos estados vizinhos.

Para chegar a essas pistas de esqui é necessário entre 1 a 2 horas de viagem saindo do centro de Roma.

Leia Mais:

Apesar de as pistas de esqui perto de Roma não serem tão famosas quanto as dos alpes italianos do norte da Itália, muitos romanos curtem as pistas locais.

Geralmente muita gente vai esquiar no final de semana, portanto, para quem gosta de tranquilidade ou quer aprender a esquiar com pistas vazias, o ideal é esquiar de segunda a quinta-feira.

Não perca seu precioso tempo em filas enormes!

Ingresso fura-filas para o Coliseu

Ingresso fura-filas para a Capela Sistina

Esquiar em Roma: Pistas de Esqui a 1 hora de viagem

Mapa das localidades

Veja todos os lugares para esquiar em Roma e arredores, e efetivamente as distâncias a serem percorridas:

Monte Livata

Monte Livata é a localidade de esqui mais próxima a Roma, pois dista somente 78 km de distância em linha reta e 107 km de carro.

Pertencente à cadeia dos Montes Simbruini, é uma montanha com cerca 2.000 metros de altura. Lá há três estações de esqui, um Snow Park e pistas para caminhada na neve.

A natureza do local é muito variada e também é possível fazer passeios guiados nos bosques. Inclusive essa é uma alternativa bem legal para quem não gosta ou não sabe esquiar.

Para quem gosta de arte e cultura, a cidadezinha de Subiaco é um burgo medieval bem charmosinho. E também há outros pequenos burgos nos arredores de Livata.

Como chegar a Monte Livata

De ônibus: Percurso Roma-Subiaco e depois Subiaco-Livata.

Para saber os horários dos ônibus: Vá até o site da empresa de transporte regional Cotral: http://www.cotralspa.it/. Veja a seguir que os horários tanto de ida quanto de volta são limitadíssimos.

De Trem + ônibus: Da Estação Roma-Tiburtina pegar o trem para Pescara e descer na estação Mandela (Valle dell’Aniene-Mandela-Sambuci).

Dali ainda é necessário chegar até Livata, pegando o ônibus Subiaco-Livata.

De carro: Autoestrada A24, depois pegar a saída Vicovaro-Mandela e continuar até Subiaco. Dali seguir as indicações para Livata (mais ou menos 15 km).

Hospedagens em Monte Livata

Uma boa opção para curtir um fim de semana em Monte Livata é se hospedar por lá.

Muitos hotéis possuem transfer de Roma até o local ou podem marcar para buscar os turistas na estação de trem em Subiaco.

Além disso, outro coisa que facilita muito a vida, é que os hotéis vendem Ski Pass e também podem ajudar no aluguel de todo o equipamento para esquiar (roupa e esquis).

Terminillo: a montanha de Roma

O Terminillo fica a mais ou menos 100 quilômetros ao norte de Roma, onde está localizado o Monte Terminillo que faz parte da cadeia dos Montes Reatinos, na província di Rieti.

Esse monte é considerado é considerado um dos mais altos nos arredores de Roma, com cerca 2200 metros de altura e o seu apelido è “a montanha de Roma”.

Dos anos 60 aos anos 80, o Terminillo era um lugar super da moda. Hoje é uma pista de esqui menos jet set, ambiente mais simples e familiar e com preços abordáveis.

No local existem duas estações de esqui com altitudes entre 1600 e 2100 metros: Campoforogna e Campostella.

No total são 10 pistas (somando um total de 40 quilômetros de pistas de esqui): 1 pista preta, 6 vermelhas, 2 azuis e 1 para quem quer aprender a esquiar.

esquiar em roma

Como chegar ao Terminillo

De Trem + ônibus: Da Estação Roma-Termini pegar o trem até Rieti (cerca de 1 hora de viagem).

Dali ainda é necessário pegar o ônibus até o Terminillo, e são cerca de 20 minutos de viagem.

De carro: pegar a autoestrada A1, e depois pegar a saída Fiano Romano. Dali seguir as indicações para Rieti, e de Rieti para o Terminillo.

Hotéis no Terminillo

Para facilitar a vida de quem vai esquiar em Roma, os hotéis possuem transfer de Roma até o local ou podem marcar para buscar os turistas na estação de trem em Rieti.

Além de vender Ski Pass e também podem ajudar no aluguel de todo o equipamento de esqui (roupa e esqui).

Campo Staffi

Campo Staffi fica ao sul de Roma, perto da cidadezinha que é considerada a mais alta do Estado do Lazio: Filettino.

A localidade está inserida na cordilheira dos Montes Simbruini e faz parte do Parque Natural dos Apeninos-Monti Simbruini.

Campo Staffi possui 8 postas com diferentes níveis de dificuldade, além de cerca de 12 quilômetros de trilhas para caminhadas na neve.

Como chegar ao Campo Staffi

De ônibus: Percurso Roma-Filettino e depois Filettino-Campo Staffi. Os ônibus para Filettino saem do Terminal Laurentina (que fica colado na Estação de Metrô Laurentina)

Para saber os horários dos ônibus: Vá até o site da empresa de transporte regional Cotral: http://www.cotralspa.it/.

De Trem: Da Estação Roma-Termini pegar o trem até Frosinone.

Mas depois ainda é necessário fazer o mesmo percurso do ônibus: Frosinone-Filettino e Filettino Campo Staffi.

De carro: pegar a autoestrada A24 , e depois pegar a saída Vicovaro-Mandela e continuar até Filettino. Dali seguir as indicações para Campo Staffi.

Campocatino

Campocatino fica a mais ou menos 98 km ao sul de Roma, em direção a Nápoles, não muito longe de Campo Staffi, na província de Frosinone.

Estando a cerca 1800 metros de altura, entre os Montes Ernici e os Montes Cantari, essa região proporciona férias de esqui mais ou menos de dezembro até abril, e è um dos lugares mais populares para esquiar em Roma.

No total são dez pistas de esqui para vários níveis de dificuldade, além de um percurso para quem quer fazer caminhadas na neve ou o que se chama de esqui nórdico.

Tenhos ótimas lembranças de Campocatino, e depois procurar um lugarzinho bem rústico para comer uma polenta quentinha e tomar um bom copo de vinho!

Como chegar a Campocattino

De carro: pegar a autoestrada A1 em direção de Nápoles e depois pegar a saída Anagni-Fiuggi e continuar até Campocatino.

Esquiar perto de Roma: Pista de esqui próximas, nos Estados vizinhos

Comparado com o Brasil, a Itália é um país minúsculo. Portanto, há muitos romanos que muitas vezes preferem curtir pistas de esqui no Estado vizinho, mas que fica bem próximo a nós: o Abruzzo.

Muitos preferem essas pistas de esqui, porque possuem uma altitude maior do que as localidades para esquiar em Roma. As principais são Campofelice, Roccaraso e Pescasseroli, além de Ovindoli.

Campo Felice

Campo  Felice é mais uma das localidades que, apesar de estar em outro Estado, possui a mesma distância dos lugares para esquiar em Roma: são cerca de 100 quilômetros da capital.

A pista fica na cidadezinha de Rocca di Cambio que está cercada por uma série de montanhas, portanto, suas pistas de 600 a 2000 metros de altura. Com isso ela acomoda desde principiantes a esquiadores profissionais ou experientes.

No total há 23 pistas, com percursos inclusive para quem quer curtir snow board, escola de esqui para crianças e adultos, além de vários percursos para caminhada na neve.

Como chegar a Campo Felice

De Trem + ônibus: Da Estação Roma-Tiburtina pegar o trem para Pescara e descer na estação Avezzano. Dali pegar o ônibus até Rocca di Cambio.

De carro: pegar a autoestrada A24, e depois pegar a saída Tomimparte e dali chegar a Rocca di Cambio. Para saber quanto vai gastar em gasolina, pedágio e tempo de viagem, utilize o site Via Michelin. http://www.viamichelin.it/

Hotéis no Campo Felice

O Abruzzo é uma região que vale a pena ser explorada. Além de facilitar a vida de quem esquia, se hospedar por lá será uma ótima imersão cultural e gastronômica:

Ovindoli

Das pistas de esqui do centro da Itália, podemos dizer que Ovindoli é uma das mais famosas e frequentadas pelos amantes do esporte.

Além das pistas, a localidade tem dois Snow Park, fazendo com que entre pistas de esqui, escolas de esqui, percursos para caminhada na neve, seja um dos complexos mais completos.

Ademais, foi construído recentemente um túnel que liga Campo Felice a Ovindoli, portanto, é possível comprar um único passe para esquiar, que engloba as duas localidades.

esquiar em roma

Como chegar a Ovindoli

De Trem + ônibus: Da Estação Roma-Termini pegar o trem até Avezzano ou Celano. Dali pegar o ônibus até Ovindoli.

De carro: pegar a autoestrada A25, e depois pegar a saída Magliano dei Marsi, e dali chegar até Ovindoli.

Hotéis em Ovindoli

Seja no inverno, quanto no verão, Ovindoli é uma das localidades mais visitadas pelos italianos em busca de contato com a natureza e boa gastronomia.

Roccaraso e Pescasseroli: maiores pistas e um dos lugares mais frequentados

Das três localidades fora de Roma, as mais distantes são Roccaraso e Pescasseroli. São cerca de 2 horas de viagem. Ambas fazem parte de uma mesma cadeia montuosa que inclui cinco pequenas localidades.

Muita gente que curte esquiar em Roma, na verdade se programa para passar pelo menos um final de semana em Roccaraso.

O complexo possui 130 quilômetros de pistas, fazendo com que a localidade seja a maior conjunto de pistas de esqui do centro da Itália.

esquiar em roma

Como chegar a Roccaraso e Pescasseroli

De Trem + ônibus: Da Estação Roma-Termini é possível chegar até Roccaraso ou Sulmona. Em ambos os casos será uma viagem de trem até uma certa localidade, e de lá uma linha de ônibus que chega até Roccaraso ou Pescasseroli.

De carro: pegar a autoestrada A25, e depois pegar a saída Sulmona, continuar até Roccaraso ou Pescasseroli.

Para saber quanto vai gastar em gasolina, pedágio e tempo de viagem, utilize o site Via Michelin. http://www.viamichelin.it/

Hotéis em Roccaraso e Pescasseroli

Se você curte mesmo esquiar, saiba que vale a pena dormir pelo menos 2 noites em Roccaraso e Pescasseroli. Algumas dicas de hotéis:

Esquiar em Roma e arredores: considerações importantes

Se você vai fazer bate e volta no local e vai com meios de transporte – muita atenção! Posso parecer um pouco paranoica, mas não deixe para pegar o último ônibus se essa for a sua única opção para sair do local.

Informe se há serviços de transfer para o terminal de ônibus ou estação de trem mais próximas. Se nevar muito, os ônibus ou trens podem atrasar muito ou serem cancelados.

Se for de carro, saiba que é necessário (e vital para a sua segurança) usar pneus de neve e/ou correntes para neve nos pneus. As correntes evitam derrapadas na neve.

Informe-se com a sua locadora se eles podem fornecer correntes mesmo se os pneus do carro já forem pneus de neve. Pode acontecer do pneu de neve não dar conta do recado, aí só se consegue ir adiante com as correntes.

Para saber quanto vai gastar em gasolina, pedágio e tempo de viagem, utilize o site Via Michelin. http://www.viamichelin.it/

Saiba que em dezembro e janeiro escurece entre 16h-17h. Dirigir na neve e com estradas escuras requer muita atenção.

Em muitas localidades de montanha os celulares não funcionam bem. Peça sempre um carro com GPS para não errar a localização.

Ou arme-se com um bom e velho mapa de papel. Um desses já nos salvou de permanecermos perdidos no meio do nada. E quando digo nada, era nada mesmo!

Mais dicas da Itália para a sua viagem:

Veja a seguir serviços essenciais para a sua viagem

  • Seguro Viagem obrigatório para Itália e Europa em geral
A Itália faz parte dos países europeus que exige seguro de viagem com apólice mínima de € 30.000. Faça o seu Real Seguros.
  • Procurando hospedagem em hotel ou apartamento?
Reserve hotéis e apartamentos em qualquer cidade do mundo. Site em português e cotação em reais.
Luciana Rodrigues
Guia brasileira em Roma e Vaticano. Moradora de Roma há mais de 21 anos. Idealizadora e produtora de conteúdo do Roma Pra Você, para quem quer organizar a sua viagem a Roma em plena autonomia. Seja bem-vindo(a) e prazer em conhecê-lo(a)!

14 COMENTÁRIOS

  1. Tenho muita vontade de esquiar, mas não pensava em Roma até ler esse seu post!
    Adorei essas suas dicas de onde esquiar em Roma . Vou começar a me organizar p ano que vem.

  2. Eu estou impressionada como há estações de esqui perto de Roma, uma novidade para mim. Após ir algumas vezes à Itália como turista e percorrer as principais cidades, agora é hora de desbravar esses lugares encantadores foram do tradiconal.
    Como você disse no post, muitos só conhecem o norte da Itália, onde são bem famosos. Fui em algumas estações no Canadá, Suíça, França e Eslovênia e será encantandor visitar as da Itália, perto de Roma, também.

  3. Adorei suas dicas de onde esquiar em Roma e arredores. Super vale a pena tirar um dia para uma experiência dessas, ainda mais por ser tão rápida a viagem. Vou incluir em meu roteiro um dia de esqui. Obrigada por compartilhar

  4. Nossa, não sabia que há estações de esqui tão próxima de Roma.
    Se estiver na cidade durante o inverno vou considerar incluir estes passeios no roteiro!

    Obrigado pelas dicas!

  5. É possível fazer um bate volta de Roma até Monte Livata?
    Estou indo em janeiro e no site da cia de ônibus não informa os horários nas datas q pretendo ir.
    A pergunta é: chegando na estação Ponte Mammolo, tem transporte regular ( de hora em hora) até subianco e de subianco até Monte Livata igualmente?
    Agradeço desde já a atenção.

    • Sim, tem transporte regular, mas só informam os horários de Janeiro, uns 60-90 dias antes.
      Em Janeiro escurece cedo, então um bate-volta para esquiar, deve terminar por volta das 4 horas da tarde. No máximo às 5 já está bem escuro.
      Abraço,
      Luciana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas Mais Procuradas

- Advertisement -
error: