You are here
Home > Vaticano > O percurso “obrigatório” para visitar a ala principal dos Museus Vaticanos

O percurso “obrigatório” para visitar a ala principal dos Museus Vaticanos

“Para quem não sabe, existe um percurso aconselhado obrigatório para visitar a ala principal dos Museus Vaticanos, ou seja, a parte que conduz à Capena Sistina. Não porque o museu queira decidir pelo visitante, mas a causa do enorme fluxo de pessoas que caminha pelo seus corredores.

Assim que entramos e superamos os pátios externos, o Cortile della Pigna, que abriga a enorme esfera de bronze de Arnaldo Pommodoro e o Cortile del Belvedere, de onde vemos os jardins vaticanos e a cúpula da basílica, existem placas indicando quais percursos e em qual ordem devem ser seguidos pelos visitantes.

Isso tudo parece um pouco anômalo e quase uma imposição. Se pensarmos em qualquer grande museu do mundo, visitamos uma sala, passamos para outra e mais outra e, depois, se quisermos ver novamente alguma obra, é só voltar para trás.

visita_noturna_museus_vaticanos_131-768x1024
Na verdade nessa foto o corredor estava mediamente cheio, mas aquele dos mapas geográficos (inclusive a causa das obras que reduzem o espaço total) estávamos caminhando no estilo procissão.

Nos Museus Vaticanos, a causa do enorme contingente diário isso pode ser simplesmente impossível. Ou seja, a ala principal do museu, aquela que conduz à Capela Sistina tem um percurso programado. Pelo menos na parte das “Gallerie” (Galerias), que na verdade são enormes corredores com as peças expostas na suas paredes.

Ali, nos dias e horários de maior lotação, você praticamente não consegue voltar para trás, mas é levado pela multidão. Sacam: atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu? Meio que assim! Ver para crer, e eu vi! Nesse caso, a única alternativa para ver algo de novo é visitar o percurso inteiro (até a Capela Sistina), sair dessa ala do museu (mas permanecer dentro da estrutura) e depois visitar todo o restante!

Reserve umas 3 horas para fazer o percurso que vai do Cortile della Pigna à Capela Sistina.

 

Ir “direto” para a Capela Sistina

Nesse percurso aconselhado, mas que eu chamo de percurso obrigatório, também é possível ir quase diretamente para a Capela Sistina. Na verdade você passará pela Galleria degli Arazzi, pela Galleria delle Carte Geografiche, decidirá se quer ver ou não as Estâncias de Rafael (por favor! não pule essa parte do percurso, porque os afrescos das Estâncias (Salas) de Rafael são a coisa mais linda do mundo, e elas não ficam lotadas!) e dali rumar para a Capela Sistina.

ir-direto-para-a-capela-sistina

Essa alternativa só vale a pena se você for um dos primeiros a entrar no museu, e quiser garantir a vista da Capela Sistina quase sem ninguém. Caso contrário, ela estará lotada mesmo.

Placas e mapas para se orientar:

Durante o percurso há muitas placas, mas logo na entrada do museu também há mapas, ilustrando os atalhos no e também onde encontrar elevadores, para acesso a visitantes com mobilidade reduzida ou carrinhos de bebê:

 Vai visitar o Coliseu e os Museus Vaticanos/Capela Sistina?

Compre o fura-filas com a TicketBar. Venda fácil em Português.

Não viaje para a Itália sem um Seguro Viagem

Compare os preços e compre o seu na Real Seguros  parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito. Page com boleto bancário e ganhe 5% de desconto.

ir-direto-para-a-capela-sistina
Um screenshot da tela do meu celular, quando tentava dar explicações para uma amiga por meio do whatsapp.

 

LEIA MAIS SOBRE OS MUSEUS VATICANOS


COMER, BEBER E COMPRAS NOS ARREDORES DO VATICANO


Organize agora a sua viagem

Viaje tranquilo com um Seguro para Viagens na Europa
A Itália faz parte dos países europeus que exigem um seguro para viagem com cobertura mínima de € 30.000. Contrate o seu com a Seguros Promo. Cotação gratuita com comparação de preços entre várias seguradoras.

Procurando um hotel em Roma? Reserve agora com o Booking.com
 O Booking.com é a empresa selecionada como parceira para reservas de hotéis em Roma, em qualquer outra cidade da Itália e no resto do mundo. As vantagens do Booking.com? O site está em português e você pode ver a cotação em reais. Booking.com

 Comparador para viagens de trem na Itália
 Compre suas passagens de trem sem custo adicional com a Trainline. Com a Trainline é possível comparar passagens de trem das principais companhias ferroviárias na Itália e Europa, sem acréscimo de preço.

Similar Articles

6 thoughts on “O percurso “obrigatório” para visitar a ala principal dos Museus Vaticanos

  1. Olá Luciana, tudo bem?
    Estaremos visitando os Museus numa sexta-feira, dia 11 de março, e pretendo visitar a Basílica após os Museus. Tem como sair da Capela Sistina e ir direto pra Basílica sem precisar dar a volta por fora dos Museus??? Aguardo seus comentários. Abraço

    1. Essa passagem dos Museus para a Capela Sistina existe, mas é reservada somente para quem faz passeio guiado. O que você pode fazer é bater na porta (fica no cantinho direito, no fundo da capela sistina) e ver se 1) o guarda abre 2) se ele deixa passar. Tem gente que consegue, tem gente que não consegue. Abraço, Luciana.

  2. Olá bom dia! Venho aqui apenas para perguntar o que seria uma visita noturna, como vocês citaram acima. Seria em qual horário mais ou menos? Seria a visita guiada? ou apenas aquela a qual compramos antecipadamente (sem guia)? Obrigada!

  3. Oi, amando seu blog e suas dicas. Me ajudando d+.
    – Chego em Roma dia 14/04 às 7h da manhã e fico hospedada naquela área perto estação TERMINI. Vc acha que seu comprar ingresso para o Museu do Vaticano para 12h dá tempo de chegar? Ou melhor deixar para sábado?
    – Se passar minha visita para sábado, é melhor fazer o Museus de manhã e subir a Cúpula à tarde, ou vice-versa? Qual melhor horário para Museu?
    – Por ultimo: não consigo comprar os ingressos para o Museu no site oficial. Já tentei 3 cartões diferentes e dá um erro no final dizendo incompatibilidade de segurança. Pesquisei e achei 2 intermediários além daquele que você indica, que é o Ticketbar. Achei tb o Getyourguide e o TuscanyAll, São confiáveis? Você conhece os serviços?
    Porque li que como eles precisam reunir o grupo que reservou com eles para retirar os ingressos na bilheteria, acabam atrasando nossa entrada também, meia hora ou mais?
    Obrigada pelas informações e um abraço.

    1. 1) Chegando em Roma às 7, dá tempo, sim, de entrar ao meio-dia.
      2) O museu está sempre cheio, mas o fluxo costuma ser menor na parte da tarde. Geralmente a partir das 13:30 bem tem fila. Mas é feriado de páscoa, não é? Deve estar bem lotado!
      3) Talvez seja melhor fazer a cupula pela manhã, e assim vc tem a tarde toda para o museu.
      4) O TicketBar é super confiável. A gente trabalha com eles.
      Boa viagem!
      Luciana

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top