You are here
Home > Atrações > O irresistível charme da cenográfica Via Margutta

O irresistível charme da cenográfica Via Margutta

Escondidinha ali nos arredores do ritmo frenético da Piazza di Spagna, se encontra a charmosíssima Via Margutta, cenário de filmes famosos como A Princesa e o Plebeu (1953) com Audrey Hepburn, e local onde residiu o cineasta Federico Fellini.

Em uma cidade sempre cheia de turistas (e locais!) como Roma, faz um bem danado encontrar pequenos oásis de paz, silêncio e, por que não, beleza, em pleno centro histórico.

via-margutta-roma-8

A Via Margutta, uma paralela escondidinha da Via del Babuino, rua que liga a Piazza di Spagna à Piazza del Popolo, é um dos cantinhos mais elegantes da cidade.

Ela não é uma rua enorme, muito pelo contrário. Mas a cada passo que damos ficamos encantados com tudo aquilo que vemos. Seu charme e elegância resultam do seu estilo rústico.

via-margutta-roma-7

Se começarmos o percurso logo após termos deixado a Piazza di Spagna para trás, damos de cara com prédios ocre, terra, amarelo canarinho, e outras nuances, cobertos por frondosos caramanchões. Durante a primavera também somos agraciados por pencas de glicínias, com aquela beleza pálida que só ela consegue ter.

via-margutta-roma-12
O pátio do número 52 é um condomínio que mais parece uma floresta tropical. Nele residia Joe Bradley, personagem de Gregory Peck em A princesa e o Plebeu. No “escritoriozinho” do proteiro tem até um poster em preto e branco.

A rua foi construída para ser as estribarias ou saída posterior de serviço de muitos prédios elegantíssimos que ficam na Colina do Pincio. Hoje em dia, as ex-estribarias abrigam artistas e galerias de arte.

via-margutta-10

Há lojas elegantes (como a Miu Miu) ou a caríssima marca de lâmpadas Artemide, e também muitas galerias de arte, antiquários, joalherias personalizadas e um ou outro tipo de comércio muito de “nicho”.

via-margutta-4

É possível afirmar com veemência que a Via Margutta exala um conceito de “luxo discreto”, sem grandes nomes ou marcas internacionalmente famosas, mas tudo de bom gosto e qualidade.

O condomínio de número 52, cujo jardim pode ser visitado pelo público, era uma das locações do filme A Princesa e o Plebeu. Ali residia o jornalista Joe Bradley, personagem interpretado por Gregory Peck.

via-margutta-roma-3

Anos mais tarde, a rua também foi escolhida como residência pelo cineasta Federico Fellini e sua esposa Giulietta Masina. Eles moravam no número 100, indicado por uma simpática placa com versos na fachada do prédio.

Mesmo estando em pleno centro de Roma, o lugar tem um charme rural. Antigas estrebarias e galpões com grandes portas de vidro e pé direito alto, árvores e caramanchões. Inacreditável pensar em um lugar assim em pleno centro da cidade! Mas ele existe!

via-margutta-roma

Continuando o passeio passamos por mais galerias, lojas de tecido para decoração. Aconselho prestar a atenção em pelo menos três atividades comerciais: no número 53, o marmoraro di Via Margutta, uma minúscula bodega artesanal, que fabrica placas em mármore, com ditos populares e frases satíricas. O lugarzinho destoa de todo o comércio “mais elegante” da rua, mas ao mesmo tempo se amalgama perfeitamente à atmosfera local.

via-margutta-roma-9
Sempre rolam muitas mostram, exposições com ateliês abertos, etc. Quando passei por lá, a rua estava cheia de esculturas famosas. Uma exposição ao ar livre!

Mais à frente outros dois endereços interessantes: a loja e ateliê Sergio Nesci para ternos, camisas e moda masculina sob medida e com atendimento personalizado. Para os amantes dos destilados, vale a pena passar no Whisky e Co. Como diz o nome, tudo ali é dedicado ao Whisky e outros destilados.

via-margutta-roma-11

Quando a fome bater, aconselho o Margutta Vegetariano. O Margutta foi pioneiro em oferecer refeições completamente vegetarianas. No almoço há menus a partir de 12 euros com escolha de até 3 pratos, água e café. Os pratos são simplesmente uma delícia. Mas além das gostosuras, o Margutta é um “Art Restaurant”: há sempre exposição de objetos à venda. Afinal, em uma das ruas mais charmosas de Roma, não há lugares para restaurantes “banais”.

via-margutta-roma-14
Charme nos pequenos detalhes: placas comemorativas e até poéticas!
via-margutta-roma-15
A Fontana delle Arti (1927), de Pietro Lombardi. O arquiteto e escultor projetou e construiu várias fontes espalhados por Roma, de acordo com a característica principal da rua/bairro. No caso da Via Margutta, rua de artistas, foi escolhido como tema a arte com duas máscaras grotescas: a tragédia e a comédia.

Onde fica a Via Margutta?

Escondidinha entre a Piazza di Spagna e a Piazza del Popolo. Perto do metrô Spagna, linha A.

O que fazer nos arredores? Leia mais!

Viaje tranquilo com um Seguro para Viagens na Europa

A Itália faz parte dos países europeus signatários do Tratado de Schengen que exigem um seguro para viagem com cobertura mínima de € 30.000. Contrate o seu com a Real Seguros.

Similar Articles

4 thoughts on “O irresistível charme da cenográfica Via Margutta

Deixe uma resposta

Top
Close