You are here
Home > Arte > A Roma Desaparecida do séc. 19 nas aquarelas de Ettore Roesler Franz

A Roma Desaparecida do séc. 19 nas aquarelas de Ettore Roesler Franz

 tour guiado em roma 728x90

Se pudéssemos olhar para trás, em ordem decrescente, poderíamos afirmar que os dois grandes períodos que resultaram em enormes e radicais transformações arquitetônicas em Roma foram o séc. 20, durante o ventínio fascista de Mussolini, e antes dele, o séc. 19 após a unificação da Itália (1861) e a influência dos piemonteses em Roma.

Rio Tibre e à esquerda o Castelo Sant’Angelo

Grande parte das mudanças radicais que ocorreu a partir de 1870 foi retratada pelas belíssimas aquarelas de Ettore Roeler Franz. Elas fazem parte de mostra permanente no Museu de Roma, no badalado e boêmio bairro Trastevere, um dos bairros preferidos para dormir em Roma.  Também há algumas obras em outra sede do Museu de Roma, no Palazzo Braschi (na Praça Navona, praticamente ao lado da Embaixada do Brasil).

Fontana del Tritone, Piazza Barberini
A praça atual, com a fonte vista de frente

A precursora das mudanças: a grande enchente de 1870

Se você já esteve em Roma e caminhou pelas margens do Rio Tibre, percebeu que o nível do Rio está muito abaixo do nível da cidade. E também que ele é contido por grandes muralhas.

Mas foram necessárias mais de 2000 anos de inundações, para que se chegasse a uma solução definitiva.

Placa que marca o nível da água na enchente de 1870
Olhem o Pantheon embaixo d’água!

E ainda nos dias de hoje, principalmente nas fachadas das igrejas de Roma e de muitos prédios espalhados pela cidade, existem placas de mármore com a marca do nível da água e o ano das inúmeras enchentes que ao longo dos séculos devastaram a cidade.

Templo de Hércules e a saída da Cloaca Máxima, a rede de esgotos construída em época monárquica. Nesta altura estamos em proximidade da Ilha Tiberina. Vista do Trastevere. Aquela torre ali é da igreja de San Giorgio al Velabro, onde fica a máscara da Boca de Verdade.

Após a proclamação do Reino da Itália, e com a unificação do país, foram realizadas muitas obras públicas em Roma. Nessa época a capital da Itália era Florença, que foi desbancada por Roma.

Foi necessário “modernizar” a antiga capital do império romano, com a abertura de avenidas, remodelação da Estação Central Termini e também, erradicar de vez as catastóficas enchentes do Rio Tibre.

Torre Margana, que fica no Gueto Judaico, quase chegando à Praça Veneza. Inacreditável ver como é o lugar hoje!

Ettore Roesler Franz e a Roma Desaparecida

Pouco antes que cidade mudasse definitivamente de cara, Ettore Roeler Franz, pintou 120 aquarelas ilustrando a mudança de Roma. Esse conjunto de pinturas ganhou o nome de Roma Sparita (Roma Desaparecida) e é um dos maiores tesouros para quem quer conhecer a cidade, na passagem entre idade moderna e contemporânea.

Via Giulia (entre Trastevere e Campo de’ Fiori). Ali podemos ver a Fontana del Mascherone. Até hoje a fonte está no mesmo lugar.
Via Giulia hoje: o Arco Farnese, projetado por Michelangelo

Considerado um dos melhores pintores do século 19, Ettore foi fundador da Sociedade dos Aquarelistas de Roma, e o primeiro a dedicar-se intensamente a retratar o Gueto Hebraico de Roma. Tanto que, se vocês tiverem o prazer de comer bem em Roma, no ótimo restaurante de culinária judaico-romana Nonna Betta, verão que as paredes são decoradas com reproduções das pinturas de Ettore Roesler Franz.

Atualmente existem somente 119 aquarelas da Roma Sparita, porque uma delas foi furtada durante uma amostra de arte em Colônia, na Alemanha. Na mostra permanente do Museu de Roma no Trastevere há cerca de 20 aquarelas expostas.

Via Giulia hoje: Fontana del Mascherone

Há outras pinturas de sua autoria, retratando sempre Roma e arredores, espalhadas também por vários museus mundo afora como o Museum of Fine Arts (Boston), a Southampton City Art Gallery (UK) e o The Courtald Institut of Art (Londres).

Graças a este tesouro é possível ver também o fim de uma grande parte dos traços medievais da cidade, que ficavam às margens do Rio Tibre.

Um acervo simplesmente inestimável e nostálgico.


Onde?

Museo de Roma no Trastevere

Piazza di Sant’Egidio 1B

Site: http://www.museodiromaintrastevere.it/

Dias e Horários: de terça a domingo, das 10 às 20h

Preço: € 9,50

Organize agora a sua viagem

Viaje tranquilo com um Seguro de Viagem para a Europa
A Itália faz parte dos países europeus signatários do Tratado de Schengen que exige um seguro de viagem com cobertura mínima de € 30.000. Contrate o seu com a Seguros Promo, empresa parceira do blog. A cotação é totalmente gratuita e você pode comparar os preços de várias seguradoras. Descontos de 5% com o código ROMAPRAVOCE5. Os seguros cobrem assistência médica e hospitalar, com possibilidade de atendimento no seu hotel, remarcação de voos, extravio de bagagens e até traslados em caso de falecimento no exterior. Não conte com a sorte, contrate um seguro!

Procurando um hotel em Roma? Reserve agora com o Booking.com
 O Booking.com é a empresa selecionada como parceira para reservas de hotéis em Roma, em qualquer outra cidade da Itália e no resto do mundo. Só em Roma, o Booking.com oferece mais de 9.000 acomodações, das quais mais de 5.000 hotéis. As vantagens do Booking.com? O site está em português e você pode ver a cotação em reais. Pode reservar sem compromisso (inserindo o número do cartão de crédito) e só pagar ao fazer o check-in. O cancelamento da reserva é grátuito. Booking.com

Similar Articles

Deixe uma resposta

Top